Instituto de Identificação tem meta de chegar aos 52 municípios e atender a 100 mil pessoas com emissão de documentos


Implantado atualmente em 35 municípios rondonienses, sob termo de cooperação, o Instituto de Identificação Civil e Criminal (IICC) inovou e ampliou suas técnicas de procedimento para emissão do documento de identidade, e deverá atingir a meta para este ano com 100 mil atendimentos, com um padrão mais humanizado e com metodologia segura e mais rápida na prestação de serviços ao cidadão.

Segundo o diretor do Instituto, Júlio Kasper da Silva, o interesse do governo estadual neste processo é exatamente dinamizar as ações do IICC, e assim proporcionar atendimento mais humanizado ao cidadão rondoniense. Ele lembra que para isso os municípios devem manifestar interesse na formalização do termo de cooperação, instrumento legal que possibilita a retirada do documento de identidade no mesmo município onde o interessado reside, eliminando viagens a Porto Velho com este objetivo.

O diretor do IICC informou que 35 municípios já aderiram ao termo, a maioria já desenvolvendo intenso trabalho neste sentido, e que está fazendo um chamamento aos demais (17) para que também integrem essa rede do Instituto que já melhorou seus índices nos primeiros quatro meses do ano, com um aumento de 10,35% no atendimento em relação ao mesmo período do ano passado.

O processo, segundo Júlio Kasper, é simples, dependendo basicamente do interesse e da disponibilidade do município. Formalizado o termo de cooperação, a prefeitura deve indicar um ambiente adequado para o atendimento (sala) com computador e internet, e servidores que serão treinados pelo Instituto, que fornece também os kits de captura biométrica (kits bio), um equipamento sofisticado e dotado de recursos tecnológicos (câmera, software) para a realização do trabalho.

Instalação de postos nos municípios evita viagem até Porto Velho e agiliza emissão de RG

Instalação de postos nos municípios evita viagem até Porto Velho e agiliza emissão de RG

Pelo menos 13 novos municípios passaram a integrar a rede do IICC – Ariquemes, Cabixi, Campo Novo de Rondônia, Candeias do Jamari, Cerejeiras, Colorado do Oeste, Corumbiara, Costa Marques, Guajará-Mirim, Ji-Paraná, Monte Negro, Primavera de Rondônia e Urupá, onde já estão sendo feitos todos os procedimentos para emissão da carteira de identidade com a redução de tempo de pelo menos um mês em relação a padrão convencional, que era de mais de quatro meses.

Já aderiram ao termo também, segundo Kasper, o município de Ministro Andreazza, onde os funcionários já estão sendo treinados para início dos trabalhos; e Novo Horizonte e São Felipe do Oeste, cujas instalações de atendimento devem iniciar as atividades a partir do próximo dia 22, com plena capacidade.

Já Porto Velho, além da estrutura que já dispõe, está recebendo mais oito novos postos de atendimento do IICC. Ele garantiu que já estão bem adiantadas as medidas para instalação de um posto na zona Sul, um na zona Leste e outro na zona Norte. Estão sendo contemplados também os distritos de Jacy-Paraná, União Bandeirantes, Nova Califórnia, Extrema e Vista Alegre do Abunã, cujas estruturas devem ser inauguradas até o final do mês de junho.

De acordo com o diretor do Instituto, a intenção do governo é ampliar esta rede de atendimento, de modo que todos os 52 municípios do estado estejam integrados para prestar melhores serviços ao cidadão. E neste sentido já estão bem adiantadas as tratativas com os municípios de Alto Paraíso, Cacaulândia, Cacoal, Chupinguaia, Cujubim, Espigão do Oeste, Governador Jorge Teixeira, Machadinho do Oeste, Mirante da Serra, Nova Mamoré, Ouro Preto do Oeste, Pimenta Bueno, Pimenteiras do Oeste, Presidente Médici, Theobroma, Vale do Paraíso, São Miguel do Guaporé e Vilhena.

Fonte: Secom – Governo de Rondônia

0 Comentário

Nenhum comentário

Seja o primeiro

Deixe um comentário

Ao clicar em ENVIAR, aguarde nossa avaliação

Bizu