Festival ‘Mova-se’ começa nesta sexta-feira


Três espetáculos abrem a programação da segunda edição do ‘Mova-se Festival de Dança: Solos, Duos e Trios’ em Porto Velho, com apresentações ao ar livre na Praça Aluízio Ferreira, no Espaço Cultural Tapiri – O Imaginário e no Teatro Estadual Palácio das Artes. O evento é realizado pelo Casarão de Ideias de Manaus e estará aberto ao público.

A estreia do Mova-se será na Praça Aluízio Ferreira, localizada no centro da Cidade com o espetáculo mineiro “Ressonâncias” que compõe repertório da Quik Cia de Dança, iniciando às 17h com reapresentação no sábado (27), na Praça das Três Caixas D’Água no mesmo horário.

Ressonâncias (MG)

Este espetáculo foi construído com base no improviso e na composição de cena com a plateia. Música, dança, espaço, arquitetura e o público formam encenações distintas que resultam em espetáculos inéditos a cada apresentação.

Com mais de 15 anos de experiência a Quik Cia de Dança (MG) é reconhecida como um dos mais importantes grupos coreográficos mineiro. Comandada pelos bailarinos Rodrigo Quik e Letícia Carneiro a Cia  propõe uma reflexão a respeito do cenário vivo de cada local de apresentação, convidando a plateia a participar e a expor seu olhar sobre a produção e revelar seus imaginários.

Intérpretes em crise (SP)

A noite o Espaço Cultural Tapiri – O Imaginário recebe o espetáculo ‘Intérpretes em Crise’ (SP), às 18h30, que também será reapresentado no sábado (27) no mesmo local e horário. O espetáculo questiona o lugar do intérprete na contemporaneidade, problematiza a formação e, também, chora as condições dadas para a criação e difusão de um espetáculo de dança contemporânea.

A peça passeia pela nossa memória de dança resgatando e projetando tempos que vivemos ou gostaríamos de ter vivido.

Evolução das danças urbanas (RO)

A partir das 20h será apresentado o espetáculo “Evoluções das danças urbanas” com o Grupo de Dança Ariane Tonon. O espetáculo A Evolução Das Danças Urbanas, tem o intuito de mostrar as influências para que este estilo pudesse nascer. Baseado em vídeos e coreografias antigas e atuais, procura mostrar vários estilos que estão dentro das danças urbanas com trilha sonora referente a cada estilo e época mostrados.

Formação

Durante todo Festival ainda haverá oficinas variadas, além de exposição fotográfica voltada para a temática da dança contemporânea.

No período de 26 a 28 de agosto, Clarice Lima e Aline Bonamin, ministram a oficina “Dançar Dói Residência Artística” que será ministrada no Espaço Cultural Tapiri – O imaginário.

Na segunda-feira (29) será ofertada a oficina ‘Dança e Exploração do Movimento’ por Marila Velloso, Pedro Almeida, Ryan Lebrão no Espaço Tapiri. No sábado (27), o workshop ‘Permeabilidades – Estratégias para uma Dança Criativa’ será proferido pelos bailarinos Rodrigo Quik e Letícia Carneiro da Quik Cia de Dança. Esta oficina acontece na Opus Ballet.

Encerrando o ciclo de formação, Alex Neoral ministra ‘Ferramenta para muitas danças’ na terça-feira (30), na Opus Ballet

Serão ofertadas 20 vagas para cada oficina e as inscrições serão aceitas somente pelo endereço eletrônico: festivalmovaseam@gmail.com e são gratuitas. Os participantes receberão confirmação através de e-mail.

Sobre o Mova-se

O festival será realizado de 26 de agosto a 08 de setembro na cidade de Manaus, com programação no Teatro Amazonas, Teatro da Instalação e em outros espaços públicos da capital amazonense, sempre com entrada franca. E mais duas capitais da Região Norte, Porto Velho e Belém.

O Mova-se Festival de Dança: Solos, Duos e Trios está em sua sétima edição e é realizado por meio da Lei de Incentivo à Cultura, com patrocínio do Banco da Amazônia, O Boticário na Dança, Fundação Nacional de Artes (Funarte) através do Prêmio Klauss Viana e o apoio do Governo do Estado de Rondônia por meio da Fundação Palácios das Artes de Rondônia (Funpar) e é uma realização do Casarão de Idéias, Cia de Idéias e Ministério da Cultura (MinC).

0 Comentário

Nenhum comentário

Seja o primeiro

Deixe um comentário

Ao clicar em ENVIAR, aguarde nossa avaliação