Equipes de oito estados e DF se preparam para Operação Cinquentenário do Projeto Rondon, que será realizada em julho


A pouco mais de um mês do início da Operação Cinquentenário, os preparativos estão em ritmo intenso nas 30 Instituições de Ensino Superior participantes (IES). A expectativa para o início da Operação, em 6 de julho, cresce a cada dia. Além da motivação de trabalhar com as comunidades dos 15 municípios selecionados, o estímulo vem do fato de participar de uma operação histórica, que comemora os 50 anos do Projeto Rondon.

As 30 IES que estarão em Rondônia até 23 de julho são de oito estados brasileiros, além do Distrito Federal. As oficinas já começaram para os participantes, já que a preparação é de suma importância, no sentido de qualificar as ações que serão desenvolvidas em cada município atendido.

Enquanto as equipes se capacitam nas suas IES, toda a estrutura para receber os rondonistas está sendo preparada nas instalações da 17ª Brigada de Infantaria de Selva, do 5º BEC e da 17ª Companhia de Infantaria de Selva, em Porto Velho, sede da Operação Cinquentenário, onde as equipes ficarão instaladas durante a abertura e encerramento da programação. O ritmo de trabalho não é diferente em Brasília, onde as equipes de coordenação do Projeto Rondon finalizam os preparativos para o deslocamento das equipes e também para a cerimônia de abertura da Operação e comemoração do Cinquentenário, marcada para o dia 06 de julho. De acordo com o coordenador regional da Operação, o Capitão de Fragata José Antônio Gomes da Silva, não estão sendo medidos esforços no sentido de garantir uma grande operação, com resultados significativos tanto para as IES envolvidas como para os municípios atendidos.

As IES que participam são: FADISMA, IAU-SP, FURG, UESC, UNOCHAPECÓ, UNIFENAS, UNIMEP, USS, UNICRUZ, IFRP, UNEMAT, UNIMAR, UFCSPA, UFSCAR, UNIVÁS, IFPAR, PUCPR, FACIPLAC, USP, EERP, UNIUV, UFPEL, UNIFEV, UNB, UNIFAL-MG, UNIARARAS, UPF e UNILASSALE/Rio.

Cada município receberá duas IES, uma do conjunto A, que desenvolverá ações com relação a saúde, educação, direitos humanos e justiça e cultura, e outra do conjunto B que desenvolverá trabalhos voltados ao meio ambiente, tecnologia, comunicação, produção e trabalho. Os municípios atendidos são Alto Paraíso; Alvorada D’Oeste; Buritis; Cacaulândia; Candeias do Jamari; Campos Novo de Rondônia; Guajará-Mirim; Itapuã do Oeste; Monte Negro; Nova Mamoré; Rio Crespo; São Miguel do Guaporé; Teixeirópolis; Urupá e comunidades do Baixo Madeira, em Porto Velho.

Fonte: Secom – Governo de Rondônia

0 Comentário

Nenhum comentário

Seja o primeiro

Deixe um comentário

Ao clicar em ENVIAR, aguarde nossa avaliação