URGENTE – VOCÊ PRECISA APRENDER A DIZER NÃO!


Parece algo sem importância, mas, na verdade é um problemão: algumas pessoas têm dificuldade em dizer não e isso pode atrapalhar muito a vida de quem sempre cede a vontade do outro. O não conserva as relações entre pais e filhos, amigos, casais, define a nossa identidade e reforça nossa autoestima. O não estabelece limites, o não nos protege.

Quantas vezes você ficou desconfortável em uma situação, agravou uma crise emocional ou financeira, ou se meteu em uma enrascada só porque não conseguiu se posicionar e dizer um sonoro não para alguém? Que atire a primeira pedra quem nunca cometeu esse pecado. Mas isso tem que acabar. Se você está trilhando o caminho do autoconhecimento, aprender a dizer não é uma lição básica que vai ter que completar se quiser ser mais feliz.

PORQUE VOCÊ CEDE?

A CULPA POR PRIORIZAR VOCÊ

Quase sempre quando cedemos a uma vontade do outro, é por medo de magoarmos essa pessoa e por sentirmos culpa por estarmos priorizando nossas necessidades. Tem gente que não consegue dizer não para um simples convite para um passeio, mas também é verdade que existem pessoas tão insistentes que tornam o nosso não mais difícil de ser dito. Ora, poderíamos poder dizer “hoje não estou com vontade de sair” e fim. Sem ter que dar explicações, sem precisar ter na ponta da língua 50 desculpas prontas para não ter que sair de casa. Aliás, “não” é uma frase completa, diga-se de passagem. Isso é cultural do brasileiro, sabia? Nós não dizemos não e não aceitamos apenas não como resposta, deve haver sempre uma justificativa. É por isso também que sempre nos deparamos com aquele papo do “vamos marcar de se ver”, quando sabemos que esse encontro não vai acontecer. Não somos diretos e encaramos a objetividade com maus olhos, como sendo frieza e má educação. O europeu, por exemplo, tem uma cultura diferente. Se ele não quiser ir em um aniversário, não puder sair para jantar com um amigo, ele vai dizer simplesmente não. E pronto. Ninguém vai ficar magoado e ele não vai precisar matar a avó para poder se livrar de um evento.

“Amizade é: saber amar, saber compreender, saber compadecer, saber dizer sim, saber dizer não”
Arnaldo Antunes

Quem é ansioso e tem dificuldade para dizer não, sofre ainda mais. Você combina algo, e, quanto mais perto fica da coisa acontecer, mais você se arrepende de ter combinado aquilo e reza para que algo sobrenatural aconteça e o evento seja cancelado. Às vezes você até quer ir, mas acorda mal, com alguma crise ou desconforto emocional e muda de ideia. E muitas vezes não é compreendida se somente disser “não vou, mudei de ideia, não estou legal”. É preciso justificar e justificar, e você ainda vai sair como a bodiada do rolê, a furona. Diga não e diga com vontade. Esse tipo de pessoa que não sabe respeitar suas necessidades deve ser deixada para trás.

Você pode – e deve! – saber priorizar você sem se sentir culpada. Quem for mesmo bacana vai te respeitar sem que você precise dessas mentirinhas sociais. Uma amizade que não sobrevive a um bom não, talvez não seja verdadeira o suficiente. E, quando você não consegue deixar de se importar com isso, é porque precisa trabalhar sua autoestima e segurança, para conseguir dizer seus nãos por aí. Diga não ao seu namorado, ao seu chefe, para sua amiga, seu marido, sua sogra (esse é o não mais gostoso de todos!), seus filhos… Diga não sempre que precisar, não importa para quem for. Você é mais importante e seus limites devem ser respeitados. E, se você não impuser essas barreiras quando for preciso, será sempre invadida pelos outros e vai se ver em situações desconfortáveis com muita frequência. O não é o que constrói uma relação ou um amor que queremos continuar. Não há outra maneira de sermos felizes na vida, de nos sentirmos realizados e construirmos relações se não conseguirmos considerar nossas vontades, necessidades e limites. E lembre-se: às vezes você vai precisar dizer não para você mesma. Esse é o não mais difícil de todos, mas o que promove o maior crescimento psicológico e espiritual.

“Toda vez que você diz sim, querendo dizer não, morre um pedacinho de você”
Albert Einstein

O NÃO NO TRABALHO É MUITO IMPORTANTE

Temos a falsa ideia de que o “faz tudo” tem mais chances de crescer profissionalmente e receber reconhecimento e admiração dos colegas de trabalho e superiores. Por isso, acabamos aceitando tarefas e cargas horárias que prejudicam nossa carreira e, por vezes, nossa saúde mental. Saber dizer não no trabalho é importante para conseguir cumprir objetivos e não atrasar o trabalho que estamos realizando.

É difícil? Com certeza. Um chefe quando solicita algo nunca espera uma negativa como resposta. Mas nem sempre ele tem a visão completa de todas as atividades que um funcionário está dedicando seu tempo no momento em que faz um novo pedido. Sim, pode ser que seu chefe não faça ideia de que você está sobrecarregada, por exemplo. Mas, quando algo não sair conforme o planejado, quando um erro prejudicar a qualidade da sua entrega ou um prazo importante for perdido, ele não vai querer saber o que você estava fazendo naquele dia ou se estava sobrecarregada. A essa altura não importa mais. E talvez você escute algo do tipo: “porque não me avisou ou pediu ajuda”? Sua imagem e sua relação profissional vão ficar ainda mais prejudicadas do que se você tivesse apenas dito “não, não consigo assumir mais essa atividade agora”. É claro que você não deve apenas dizer não. Deve negociar prazos e apresentar alternativas, para que tudo que precisa ser feito seja entregue com qualidade e dentro do prazo esperado. Mas nem por isso você deve sair aceitando todo e qualquer pedido, pelo seu próprio bem e pelo bem da empresa para a qual você trabalha.

“Foco é dizer não”
Steve Jobs

E tem mais. Você conhece uma pessoa que sempre diz sim para você. Ela se desdobra como for preciso para te atender, nunca diz não. O que acontece? Cada vez você pede mais coisas. Pode ser até que confie que essa colega vá te salvar naquela hora de aflição, e seja mais negligente com suas atividades. E quando essa pessoa já não aguenta mais e nega um pedido seu, como você se sente? Indignada, certo? Poxa, mas ela sempre fez. Justo agora, que eu mais precisava, me deixou na mão. Porque não fez o que eu pedi agora? Assuma. A raiva que você sente transcende a racionalidade e tem o poder de apagar os anos de parceria e todas as vezes que você recebeu um sim. A verdade é essa, as pessoas ficam mal acostumadas quando recebem apenas sim como resposta. Por isso, se você diz sempre sim mesmo quando não poderia dizer, saiba que é um caminho quase sem volta e que, quando você não conseguir corresponder a essa expectativa criada, a represália vai ser grande. Por isso, saber priorizar suas atividades e saber dizer não no trabalho é tão importante quanto saber se posicionar na sua vida pessoal, se você quiser alcançar o sucesso.


NÃO CONFUNDA DIZER NÃO COM SER EGOÍSTA

Isso é muito comum. Enquanto existem pessoas sempre dispostas a ajudar, a ceder às necessidades alheias, tem gente que camufla o autocuidado que existe por trás do não com egoísmo. A pretexto de dizer que estão se protegendo, só sabem dizer não e pensam somente em si mesmas. Isso é terrível. Não seja essa pessoa!

Essa é a armadilha que o não esconde. Pensar só no próprio umbigo é egoísmo mesmo, não é maturidade e não tem a ver com saber se colocar. Aliás, esse tipo de atitude é bem pouco evoluída, mas mesmo assim vemos pessoas que se dizem espiritualizadas se comportando dessa maneira. É aquela espiritualidade narcísica, sabe? Aquele tipo de pessoa que entende que cuidar espiritualmente de si é ir à academia e compartilhar o abdômen definido nas redes sociais (quase todos os dias) e que o Universo atende aos desejos de quem sabe vibrar na abundância. Elas dizem não com muita, mas muita facilidade. E esse medo de ser egoísta é também o que impede algumas pessoas de dizer não quando precisam.

Por isso, como para tudo na vida, é preciso equilíbrio. Sempre devemos pensar se a nossa negativa vai prejudicar alguém, o quanto de esforço devemos dedicar a uma certa pessoa ou atividade e quais consequências o nosso não pode gerar. Há uma grande diferença entre saber dizer não e priorizar suas necessidades, e ser uma pessoa egoísta, individualista e detestável. E a espiritualidade é o melhor caminho para encontrarmos esse equilíbrio e evoluirmos, sabendo reconhecer os nossos limites sendo, ao mesmo tempo, benevolentes e altruístas.


0 Comentário

Nenhum comentário

Seja o primeiro

Deixe um comentário

Ao clicar em ENVIAR, aguarde nossa avaliação