Samsung e Apple perdem espaço no mercado de smartphones


As gigantes da tecnologia, Samsung e Apple estão perdendo espaço no mercado de smartphones para empresas melhores, segundo um relatório divulgado pela Strategy Analytics.

Apesar de terem vendidos menos unidades e terem perdido marketshare no terceiro trimestre do ano, ambas continuam na liderança. A sul-coreana está em primeiro lugar com 20,1% das quotas de mercado, depois de ter embarcado 75,3 milhões de aparelhos; já a Apple está em segundo lugar com 12,1% de marketshare e 45,5 milhões de smartphones vendidos. No mesmo período do ano passado, as empresas registraram 23,7% e 13,6% de participação, respectivamente.

No caso da Samsung, o principal motivo da queda foi o fracasso do Galaxy Note 7, que precisou ser retirado das lojas após problemas de superaquecimento. A Apple, por sua vez, conseguiu abrir espaço entre os consumidores graças aos problemas enfrentados pelo Note 7, mas, ao mesmo tempo, sofre com a fadiga dos seus clientes, principalmente da China e Europa, em relação aos seus produtos.

Por outro lado, a OPPO se destacou com um crescimento de 140% de aparelhos embarcados. A empresa passou de 9 milhões de unidades em 2015 para 21,6 milhões de unidades no terceiro trimestre de 2016 e se mantem em quarto lugar com um marketshare de 5,8%. A marca é muito popular na Ásia e mercados emergentes.

A Huawei manteve a terceira posição com 9% de participação no mercado e 33,6 milhões de smartphones vendidos. Já a Vivo subiu para o quinto lugar, pela primeira vez, com 4,9% do marketshare e 18,3 milhões de celulares embarcados.

De uma forma geral, o ano de 2016 não está sendo um dos melhores para o mercado de smartphones. Por conta de da saturação do setor, o terceiro trimestre do ano registrou 6% de crescimento, com 375, 4 milhões de unidades vendidas, contra os 9,5% do mesmo período do ano passado.

Ainda assim, o levantamento considera essa leve melhora como uma recuperação do mercado, sendo que nos dois primeiros trimestres os embarques de smartphones registraram números menores. As perspectivas de crescimento para o segundo semestre deste ano estão melhorando devido aos lançamentos da Apple, Huawei e outras marcas.

Fonte: Olhadigital

0 Comentário

Nenhum comentário

Seja o primeiro

Deixe um comentário

Ao clicar em ENVIAR, aguarde nossa avaliação