Rondônia é destaque em feira internacional de turismo em São Paulo


Rondônia teve o estande mais visitado da região Norte durante a 44ª Feira da Associação Brasileira de Agências de Viagem (Abav). Foram contabilizadas 8.600 visitantes nos três dias de evento, realizado no Centro de Convenções Expo Center Norte, em São Paulo. O estado contou ainda com a participação de 47 agências de viagem.

031016-feira-ro

Estande de Rondônia recebeu mais de oito mil visitantes.

Diante da grandeza da feira, que mobiliza empresas, trade, imprensa especializada, investidores e turistas, a Setur adotou uma estratégia simples para atrair a atenção: mostras da gastronomia regional, artesanatos e folclore. A intenção deu resultados, pois o espaço ficou movimentado e  chamou a atenção do público, despertando o interesse de vários segmentos, o que favoreceu o diálogo com operadores nacionais e internacionais interessados em Rondônia.

Já no primeiro dia, o superintende estadual de Turismo, Júlio Olivar, atendeu a 23 executivos de empresas de mídia (editores, jornalistas, publicitários), investidores e interessados em produtos da indústria, do turismo de negócios e da agroindústria rondonienses (café, refrigerantes, minérios e outros, que podem favorecer o turismo de negócios).

“O Estado de Rondônia tem mais que potencial turístico. Tem projetos e ações concretas. A feira tem o papel de fazer do estande uma vitrine de possibilidades de promoção não só de destinos turísticos, mas também produtos que agregam valor à imagem do estado. Todo produto que possa se associar positivamente ao nome de Rondônia deve ser promovido, também, nos eventos com temática turística”, acentuou Olivar.

Entre os visitantes do estande, esteve o ministro do Turismo, Alberto Alves, que fez questão de lembrar: “Sou de Ribeirão Preto, referência histórica da cafeicultura brasileira, e entendo muito de café. Que bom saber que Rondônia produz um café gourmet premiado, e posso atestar que é excelente. Que Rondônia persista neste caminho, com economia pujante, sem deixar de acreditar no seu potencial turístico, os santuários ecológicos, sua história e manifestações culturais. O Ministério do Turismo quer ajudar e ser parceiro do governo de Rondônia na elaboração de projetos e disponibilização de recursos para o estado”.

Além do café, a Setur levou produtos da agroindústria e refrigerantes da indústria porto-velhense. A procura também foi grande pelo prato Pirarucu Rondon, oficializado como símbolo de Porto Velho. Duas integrantes do grupo de Boi-Bumbá Estrela de Fogo, da capital, animaram o estande com o folclore regional, momento em que se formavam filas para fotos com as dançarinas Déborah Valeska Cavalcante de Souza e Jaqueline Cristina Souza Alves.

De acordo com dados apresentados pela organização da Abav Expo, foram 24.173 inscritos prévios, somente no primeiro dia de feira, entre os quais mil agentes de viagens, 217 expositores e 1.100 marcas expostas. Mais de 15% desse contingente são constituídos de provedores de soluções tecnológicas.

A expectativa para o final do evento é que 1,2 mil compradores, 80% deles do Brasil e 20% estrangeiros, sendo 75% destes das Américas Latina e do Norte tenham passado pelo local, superando os R$ 12 milhões de faturamento registrados na edição de 2015. Apesar da crise econômica por que passa o Brasil, o fluxo de pessoas superou a expectativa, somando perto de 100 mil pessoas.

Para Olivar, além de ser uma vitrine de Rondônia, a feira serviu para networks entre a Setur e especialistas em tecnologia, mídia, markerting e comércio exterior passarem pelo estande.

Gisele Lima, diretora da Promo Marketing Inteligente (empresa que realiza a Feira da Abav e outras ao redor do mundo), elogiou a participação “muito digna de Rondônia” e, em reunião com Júlio Olivar, propôs para Porto Velho a 1ª Feira de Turismo de Rondônia. “Vamos buscar, junto com a Setur, parceiros para a realização”, afirmou.

Fonte: Assessoria

0 Comentário

Nenhum comentário

Seja o primeiro

Deixe um comentário

Ao clicar em ENVIAR, aguarde nossa avaliação