REENCARNAÇÃO


Reencarnação é a crença de que, após a morte, sua alma ou essência renasce em outro corpo. Esse processo também é conhecido como transmigração da alma, e muitas pessoas acreditam que as almas reencarnam por várias vidas.

Em termos práticos, seu corpo morre, mas sua alma continua viva. Sua alma então retorna à fonte de energia e, posteriormente, a um corpo diferente. O ciclo se repete indefinidamente ou até que seu espírito alcance a iluminação.

O QUE É REENCARNAÇÃO?

A reencarnação, como o próprio nome sugere, trata-se de um processo de reencarnar-se, ou seja, encarnar novamente após a morte, voltar à vida. Assim, um espírito desencarnado passaria a habitar novamente um corpo físico, material, recriando uma vivência terrestre, com novas oportunidades para corrigir erros do passado, apostar em novas experiências e evoluir.

O ato em questão obedeceria, então, aos desenvolvimentos de identidade das combinações de frequências, estando ligada ao tempo, ao lugar, à pessoa, ao motivo e à cultura, sendo que o espírito possui a total consciência do plano que ele deve seguir nesta nova vivência carnal, podendo contar com a ajuda ou mesmo influência de outros espíritos para concretizar sua passagem.

Encontre algumas respostas:

  • Como saber se eu estou na última reencarnação?
  • Reencarnação dos animais: os nossos animais reencarnam?
  • Reencarnação: como saber quem você foi numa vida passada

A partir do momento em que a alma assume novamente um corpo, o espírito inicia sua existência na esfera material por um sistema aberto que dispõe de livre-arbítrio e que é suscetível a sofrimentos e desencarnação, ou seja, sua posterior passagem da vida para a morte.

A vivência deste espírito em nova reencarnação passa a ser influenciado em vida pelas vivências passadas, seja em outras encarnações ou no período de desencarne. De modo que pequenas memórias, afinidades, sentimentos e potencialidades parecem aptas mesmo sem explicação lógica.

A partir do seu livre-arbítrio, o espírito que passa pela reencarnação pode então equilibrar essas influências, fazendo escolhas, trocas, mudanças ou apenas ignorando-as, o que o expõe a consequências positivas ou não, a equilíbrios ou dissonâncias com o mundo que o cerca, mas sempre o levando a uma evolução que será armazenada.

Essas experiências, por sua vez, estariam ligadas à frequência demandada e não necessariamente ao tempo, à duração, o que explica uma possível igualdade de tendências entre um idoso e uma criança, mostrando que o espírito nunca para, seja em um plano ou no entre planos.

Sua função principal é buscar aprendizados, melhorias, bagagem de vivências, marcas essas que o permitirão viver cada vez com mais sobriedade e retidão no mundo material, cada vez mais avanço nos estágios de experimentação.

Você já se perguntou alguma destas questões?

  • Reencarnação: dentro de uma mesma família
  • Reencarnação e Déjà Vu: semelhanças e divergências
  • Adoção e Reencarnação: pelas portas do amor

QUAL O PROPÓSITO DA REENCARNAÇÃO?

O objetivo da reencarnação é a contínua evolução da alma em direção à iluminação ou o retorno à unidade com a energia da Fonte (às vezes chamada de Deus, Espírito ou Divino).

Durante sua evolução ao longo da vida, a alma procura experimentar e crescer a partir dessas experiências, até que tenha absorvido tudo o que se propôs a aprender.

Algumas almas optam por recordar certos aspectos, talentos ou habilidades aprendidas em vidas passadas que ajudarão na encarnação atual. Muitos acreditam que os prodígios infantis são almas que têm recordação consciente e subconsciente das habilidades aprendidas em vidas anteriores.

A personalidade, gênero e aparência podem mudar de uma encarnação para outra, mas a alma é sempre a mesma.

Comprovar a existência da reencarnação é algo difícil, pois supostamente as pessoas não se lembram do que lhes ocorreu em vidas passadas. Podemos apenas supor, pois existem várias evidências que mostram marcas, lembranças, comportamentos e medos que podem sugerir traumas e vivências de outras vidas.

Se sua alma não está aqui pela primeira vez, ela irá mostrar sinais. Há uma maturação da energia e da alma que podem ser percebidas por esses sinais que ajudarão a entender qual o seu papel nesse mundo e se já esteve nele por muitas vezes.

A REENCARNAÇÃO NAS RELIGIÕES

Existem várias crenças sobre a reencarnação que buscam desvendar a jornada da alma. No hinduísmo, por exemplo, abrange-se todas as formas de vida no processo de reencarnação para uma experiência mais completa.

No entanto, o núcleo subjacente que é compartilhado por todos os sistemas de crenças de reencarnação é o destino final da alma: o retorno a Deus como co-criador.

Uma grande porcentagem de sistemas de crenças religiosas adota a reencarnação como a ordem natural da progressão da alma, incluindo:

  • Hinduísmo
  • Pagãos
  • Druidas
  • Cristianismo esotérico
  • Budismo (usado mais como parábolas que como sistema de crenças)
  • Taoísmo (evolução da alma)
  • Judaísmo Ortodoxo

Os nórdicos antigos acreditavam na reencarnação, assim como os nativos americanos e os celtas.

SAMSARA, A RODA DA REENCARNAÇÃO

Em textos budistas e hinduístas, podemos nos deparar com certa frequência a palavra samsara — intimamente relacionada ao processo de reencarnação.

Samsara é frequentemente definido como o ciclo interminável de nascimento, morte e renascimento, governado pelo karma. Algumas pessoas também podem entendê-lo como o mundo do sofrimento e da insatisfação (dukkha), o oposto do nirvana, que é a condição de estar livre do sofrimento e do ciclo do renascimento.

Em termos literais, a palavra sânscrita samsara significa “fluir” ou “atravessar”. É ilustrado pela Roda da Vida e pode ser entendido como o estado de estar limitado pela ganância, ódio e ignorância, ou como um véu de ilusão que esconde a verdadeira realidade. Na filosofia budista tradicional, estamos presos no samsara através de uma vida após a outra até encontrarmos o despertar através da iluminação.

A REENCARNAÇÃO PARA OS ESPÍRITAS

O espiritismo nos ensina que a reencarnação é um processo de evolução, pelo qual o espírito humano individual, criado em um estado de simplicidade e desconhecimento, está destinado a atingir níveis cada vez maiores de conhecimento e moralidade.

De uma vida física para a próxima, e entre elas, o espírito mantém sua individualidade. O processo de reencarnação adere à lei universal de causa e efeito, em que cada vida oferece não apenas uma chance de aprender através de novas experiências, mas também uma chance de reparar as transgressões passadas.

A reencarnação é uma bênção, pois na justiça das leis naturais projetadas por nosso criador, todos nós um dia alcançaremos a felicidade perfeita, independentemente da nossa condição atual. O tempo que leva para alcançar esse objetivo final depende inteiramente do indivíduo, conforme cada ser escolhe usar seu livre arbítrio. No entanto, um estado perfeito de harmonia e uma verdadeira e completa compreensão do amor serão alcançados por todos.

EXISTE REENCARNAÇÃO NO CRISTIANISMO?

A Bíblia Sagrada afirma que, após a morte, vem o julgamento: portanto, para o livro sagrado dos católicos, as almas não teriam uma segunda chance, mas sim pagariam, diante do juízo, pelos seus pecados. Mas, a doutrina diz que existe na própria Bíblia uma contradição que sugere a existência da ressurreição no caso de Elias e João Batista.

A teoria mais aceita pelos cristãos afirma que, em vez de permanecer continuamente em ciclos por um mundo cada vez mais desestabilizado, a Palavra de Deus afirma: “como aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo depois disso o juízo” (Hebreus 9:27). Segundo a Bíblia, toda a humanidade será restaurada à vida (ressuscitada, não reencarnada; João 5: 28-29).

0 Comentário

Nenhum comentário

Seja o primeiro

Deixe um comentário

Ao clicar em ENVIAR, aguarde nossa avaliação