Qualcomm investe US$ 47 bilhões para se tornar a Intel do século XXI


A Qualcomm anunciou hoje que investirá um total de US$ 47 bilhões (R$ 147,4 bilhões) para comprar a empresa holandesa NXP Semiconductors, conhecida originalmente como Philips Semiconductors. A NXP tem como foco processadores e aparelhos de comunicação para dispositivos e carros conectados.

No total, a NXP emprega mais de 45 mil pessoas em mais de 35 países, incluindo 11.200 engenheiros. O acordo de aquisição, que foi aprovado de maneira unânime pelos conselhos executivos das duas empresas, foi bastante generoso: de acordo com o The Verge, o valor de mercado da NXP até o fim do dia de ontem era de US$ 34 bilhões.

Objetivos

Os produtos mais conhecidos da Qualcomm são os seus processadores da linha Snapdragon. De fato, a empresa foi uma das principais responsáveis pelo desenvolvimento de componentes que auxiliaram na transição de um modelo de computação fixo (desktops e notebooks) a um modelo mais móvel (smartphones e tablets).

Com o investimento na NXP, a empresa pretende fortalecer essa sua capacidade, e se equipar para trabalhar na próxima era da computação. Em outras palavras, a Qualcomm pretende assumir uma posição tão importante para os dispositivos do século XXI quando a Intel teve para os aparelhos do século XX.

Dentre as áreas nas quais a Qualcomm pretende atuar após a compra estão dispositivos móveis, carros conectados, internet das coisas, pagamentos móveis (serviços como o Samsung Pay), comunicações wireless (radiofrequência, WiFi e Bluetooth) e segurança na rede.

Resultado

Uma vez consolidada a aquisição, espera-se que a empresa resultante do processo tenha receitas anuais de cerca de US$ 30 bilhões até 2020. Nas palavras do CEO da NXP, Rick Clemmer, “a natureza complementar de nossas tecnologias e o tamanho dos nossos portfolios [de clientes] nos darão a habilidade de fornecer um nível acelerado de inovação para todo o ecossistema”.

Em outras palavras, as duas empresas combinadas criarão uma empresa da qual é praticamente impossível escapar quando se pensa em conectar qualquer tipo de aparelho móvel à internet. Por esse motivo, pode ser que o investimento da Qualcomm em comprar a NXP por um valor muito acima do seu valor de mercado valha a pena no final das contas.

Não é a única novidade impressionante que a Qualcomm anunciou nos últimos dias. Recentemente, a empresa também apresentou o modem X50, um componente voltado para dispositivos móveis que é o primeiro modem para celulares compatível com redes 5G no mundo.

Fonte: Olhadigital

0 Comentário

Nenhum comentário

Seja o primeiro

Deixe um comentário

Ao clicar em ENVIAR, aguarde nossa avaliação