Preso em flagrante, homem que esfaqueou Valdemiro disse à polícia que foi ameaçado pelo apóstolo


O responsável pela tentativa de homicídio ao dono da Igreja Mundial do Poder de Deus é Jonathan Gomes Higino.

Ele tem vinte anos e disse (em depoimento) que é ajudante geral.

Higino estava na fila para receber as ‘bençãos de Valdemiro’, que se autointitula apóstolo.

Ao chegar perto do religioso, atacou-o com três golpes, atingindo o pescoço e as costas.

Ele declarou à polícia que Valdemiro o provocou durante um culto (ocorrido em Julho) e teria dito que “iria crucificá-lo”.

Jonathan foi preso em flagrante.

A arma do crime foi apreendida e ele responderá por tentativa de homicídio.

O atentado contra a vida do apóstolo Valdemiro Santiago neste domingo (8) foi um dos assuntos mais comentados nas redes sociais. O incidente ocorreu pela manhã, mas o nome e as motivações do homem que desferiu os golpes de faca só foram divulgados no final da tarde pela polícia.

Trata-se de Jonathan Gomes Higino, de 20 anos. Ele estava na fila para receber a oração do pastor. Quando chegou perto de Santiago, desferiu três golpes com um facão medindo 35 centímetros. Conseguiu acertar o pescoço e as costas do líder religioso.

O homem foi imobilizado por fiéis da igreja e preso em flagrante minutos depois. Valdemiro foi levado para o hospital, onde recebeu cerca de 20 pontos. Segundo os médicos os cortes foram superficiais e ele está totalmente fora de perigo.

Jonathan foi levado para o 8º Distrito Policial (Brás). Ele responderá por tentativa de homicídio. Em seu depoimento à polícia, Higino afirma que seria vingança, pois Santiago o havia provocado durante um culto da Mundial, em julho. “Vamos crucificar ele”, teria lhe dito o apóstolo na ocasião.

No vídeo divulgado pela família após o ocorrido, o apóstolo conta: “Eu estava impondo as mãos, acabando de ouvir um milagre, um testemunho, e entrou alguém por trás, não sei, não vi quem era, e deu uma facada no pescoço, ou uma navalha, não sei”. Também deixou claro que perdoa o agressor.

Mais tarde, em outro vídeo, postado pelo pastor Wallace Martins, que estava comandando o culto no templo do Brás, na hora do ataque, mostra o momento em que Valdemiro é socorrido.

“Que é isso?”, diz Martins, interrompendo a pregação. Ele se virar para trás e é possível ver o apóstolo sendo retirado do local por quatro homens. “Meu Deus… Meu Deus.. Cadê os seguranças aí, né?’, questiona Martins, que logo assegura:  “É gente, isso é o poder de Deus”.

0 Comentário

Nenhum comentário

Seja o primeiro

Deixe um comentário

Ao clicar em ENVIAR, aguarde nossa avaliação