Prefeito verifica primeiro plantão ‘Corujão’ no Maurício Bustani


A primeira noite do Plantão Corujão, projeto realizado pela Prefeitura de Porto Velho, registrou 76 atendimentos na Unidade Básica de Saúde (UBS) Maurício Bustani, localizada na avenida Jorge Teixeira, nº1989, bairro Liberdade. O prefeito, dr Hildon Chaves, fez questão de acompanhar o desenvolvimento do projeto piloto, que vem como reforço na saúde do município, desafogando os atendimentos na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da zona Leste e na Policlínica Ana Adelaide, ambas destinadas a urgência e emergência.

Em teste, o plantão extra vai funcionar de segunda a sexta-feira, caso haja êxito, será mantido. O atendimento com consultas e laboratoriais é aberto a pessoas de todas as regiões da cidade e está sendo feito por três clínicos gerais, por ordem de chamada, através de 80 senhas, distribuídas sempre a partir das 19h.

“Aqui não é para casos graves, é para atender situações como a de vocês. Se fossem para a UPA receberiam pulseira verde e esperariam no mínimo quatro horas, sempre depois das urgências”, explicou o prefeito aos populares que aguardavam serem chamados.

Muito satisfeito, Rafael saiu da consulta direto para a farmácia. “O atendimento foi muito bom, se continuar no caminho que está, vai ser muito bom mesmo. Facilitou bastante e o atendimento foi muito rápido. Já estou com a receita indo na farmácia comprar”, disse o autônomo dirigindo-se ao prefeito, enquanto agradecia.

Paciente de diabetes, José Lopes também fez questão de parabenizar o prefeito pela ideia. Ele afirma que há três anos busca atendimento no Maurício Bustani e que o corujão só facilitou ainda mais. “Hoje mais uma vez fui atendido e bem atendido. O senhor tá de parabéns pelo início desse trabalho”, comemorou o aposentado.

Acompanhando o prefeito, o secretário municipal de saúde, Alexandre Porto afirmou que já está sendo estudada a possibilidade de ampliar os serviços, implantando atendimento de farmácia e a parte de regulação para fazer os encaminhamentos ao Centro de Especialidades Médicas, caso seja necessário. O número de médicos plantonistas também poderá ser ampliado.

Fonte: Comdecom

0 Comentário

Nenhum comentário

Seja o primeiro

Deixe um comentário

Ao clicar em ENVIAR, aguarde nossa avaliação