Petrobras reduz preços de combustíveis nas refinarias


A Petrobras anunciou uma revisão na política de preços da empresa. Após avaliação, o Grupo Executivo de Mercado e Preços (GEMP) decidiu ontem (25), reduzir o preço médio nas refinarias em 5,4% para a gasolina e em 3,5% para o diesel.

O aumento das importações de combustíveis em abril viabilizou a adoção da medida para elevar a competitividade no mercado interno. Conforme princípio da política em vigor, a participação de mercado da empresa é um dos componentes de análise considerado pelo GEMP.

Entre fevereiro e abril, a importação de gasolina saltou de 240 mil metros cúbicos para 419 mil, com previsão de manutenção em torno deste nível em maio. No diesel, a compra no exterior saiu de 564 mil metros cúbicos em fevereiro para 811 mil em abril e previsão de mais de um milhão de metros cúbicos em maio.

Com isso, as refinarias da Petrobras podem chegar a um fator de utilização abaixo do último dado divulgado pela companhia em seus resultados trimestrais, que foi de 77%.

Consumidor

A lei brasileira garante liberdade de preços no mercado de combustíveis e derivados, e por isso as revisões feitas pela Petrobras nas refinarias podem ou não se refletir no preço final ao consumidor.

Isso depende de repasses feitos por outros integrantes da cadeia de combustíveis, especialmente distribuidoras e postos revendedores. Se o ajuste for integralmente repassado e não houver alterações nas demais parcelas que compõem o preço ao consumidor final, o diesel pode reduzir 2,2%, ou cerca de R$ 0,07 por litro, em média, e a gasolina, 2,4% ou R$ 0,09 por litro, em média.

Fonte: Portal Brasil, com informações da Petrobras

0 Comentário

Nenhum comentário

Seja o primeiro

Deixe um comentário

Ao clicar em ENVIAR, aguarde nossa avaliação