Pelé afirma que não participará da cerimônia de abertura do Rio-2016


O ex-jogador de futebol Pelé divulgou uma nota nesta sexta (5) afirmando que não participará da cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos do Rio, por problemas físicos.

“Ele está bem, mas não pode ficar subindo e descendo escada. A cirurgia que ele fez foi ótima, mas ainda há um processo de recuperação. Acho que se fosse daqui a uma semana, teria chance, mas sendo hoje, o médico não liberou”, explicou o assessor pessoal de Pelé, José Forno Rodrigues, o Pepito.

Maior símbolo esportivo brasileiro, Pelé confirmou na terça (2) que recebeu pessoalmente um convite de Carlos Arthur Nuzman, presidente do COB (Comitê Olímpico Brasileiro), para participar da cerimônia.

“Ele queria muito, mas não vai dar mesmo. A questão é mesmo muscular. Ele tem dificuldade de mobilidade. Semana que vem já vai estar bom, tenho certeza. Não sabemos quem vai no lugar dele”, completou.

Com a recusa de Pelé, o nome da pessoa que acenderá a pira olímpica volta a ficar em aberto. Além dele, Torben Grael, ex-atleta da vela, e Gustavo Kuerten, ex-jogador de tênis, já foram cotados para participar.

Confira a nota de Pelá, na íntegra:

“Queridos amigos,
Só Deus é mais importante do que minha saúde!
Em minha vida tive fraturas, cirurgias, dores, internações em hospitais, vitórias e derrotas, e sempre respeitando aqueles que me admiram. A responsabilidade das decisões é minha onde sempre procurei não decepcionar a minha família e o povo brasileiro.
Nesse momento eu não estou em condições físicas de participar da abertura da Olimpíada.
E como brasileiro, peço a Deus que abençoe a todos que participarem desse evento e que seja um grande sucesso e termine em paz!

Edson Arantes do Nascimento – Pelé”

Fonte: FOLHA

0 Comentário

Nenhum comentário

Seja o primeiro

Deixe um comentário

Ao clicar em ENVIAR, aguarde nossa avaliação