Padre Fábio de Melo se desculpa por ironizar ‘macumba’ em sermão


Padre Fábio de Melo durante missa (Crédito: Reprodução/ u emTV Canção Nova)

Durante uma cerimônia religiosa, o padre Fábio de Melo afirmou no sermão que comeria o alimento colocado em um despacho, elemento comum em rituais de religiões de matrizes africanas.

“Com todo respeito a quem faz macumba, pode fazer, pode deixar na porta da minha casa que, se estiver fresco, a gente come”, disse o religioso, durante uma celebração em 8 de abril na comunidade católica Canção Nova, em Cachoeira Paulista (SP).

O sermão foi gravado e disponibilizado no canal oficial da Canção Nova no Youtube, e contabilizava 177 mil visualizações na manhã desta quinta-feira (10). Logo após do padre, o vídeo mostra pessoas que acompanhavam a cerimônia rindo.

Em nota ao G1, o padre afirmou que sempre manifestou publicamente respeito por todas as religiões e que apenas expressou, em uma celebração cristã, convicções cristãs. No texto, ele também pediu desculpas: “Peço perdão aos que se sentiram ofendidos”.

O discurso de Melo fazia parte da pregação ‘Crer na autoridade que Deus nos deu’ em que o padre fala sobre ter fé no poder de Cristo através dos homens. Durante o sermão, ele questiona e ironiza os cristãos que têm medo de “macumba”.

“Você tem o poder de expulsar demônios. E você treme toda quando vê aquela galinha preta na porta da sua casa”, diz. ‘Fizeram uma macumba para mim, eu preciso ir lá no padre Joel’”, diz o padre, imitando uma fiel hipotética.

“Se você achar que uma galinha preta na porta da sua casa com um litro de cachaça e uma farofa de banana tem o poder de trazer destruição na sua casa, na sua vida, você não conhece a força do Cristo ressuscitado”, continua Melo.

0 Comentário

Nenhum comentário

Seja o primeiro

Deixe um comentário

Ao clicar em ENVIAR, aguarde nossa avaliação