O emocionante desabafo da advogada atacada por Santa Cruz e o silêncio das “feministas”


A advogada Flavia Ferronato foi covardemente atacada nas redes sociais pelo presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Felipe Santa Cruz.

Um ataque vil contra uma mulher, mãe de três filhas e colega de profissão do agressor.

O episódio só demonstra o quanto Felipe é despreparado e faz sobressair o seu caráter tirano, violento e desrespeitoso.

Entretanto, o que se vê é o mais completo silêncio das feministas, como bem colocou o ator Carlos Vereza:

B020819

“Desde segunda, me sinto em um vídeo game. Sabe quando ele acaba e você ganha vida extra? Pois é, ganhei um bônus de mais 15 minutos de fama.

Nem todos sabem mas fui eu a advogada chamada de PUTA pelo presidente da OAB.

Virei meme em diversos veículos de comunicação.

Eu, até então, não conhecia quem era o presidente da OAB. Não sabia qual o seu nome… soube naquele dia.

Em um Tweet de um advogado que até então não conhecia, vi esse cidadão atacando uma senhora idosa, que viveu durante a Ditadura, após ela postar uma foto do seu pai nos tempos de guerrilha.

Aliás, coisa que hoje em dia ele diz se orgulhar muito.

Pois bem, se se orgulhasse, não se ofendia, não é?

Pois bem, se ofendeu e partiu para o ataque.

Ao ver a falta de urbanidade e decoro ao dizer a uma senhora que o pai dele era um herói e que ela nem sabia quem era o pai dela, entrei na discussão. Afinal, como um representante da minha classe pode tratar alguém daquela maneira.

E foi aí que qual tipo de educação que imagino que um dia ele teve, foi jogada para escanteio…

O meio e o final dessa conversa vocês já conhecem: acabei virando PUTA, mesmo sendo advogada, casada e mãe de 3 filhas.

A fala desse cidadão foi de um machismo escatológico. De um preconceito com mães solteiras e garotas de programa como poucas vezes vi.

Para azar dele eu era a advogada…

Fico me perguntando: e se eu não fosse?

Para piorar sua situação ele me bloqueou logo em seguida e fez um pedido de desculpas que eu não não recebi, afinal estava bloqueada.

Para piorar ainda mais, nos dias seguintes ele ainda me injuriou e caluniou dizendo que eu era uma inimiga declarada, que vivia atacando sua honra na internet.

Para seu azar, tenho tudo isso documentado.

O único ponto positivo dessa história foi que, a partir daí, conheci muita gente bacana e nosso Movimento Advogados do Brasil surgiu.

Quero deixar claro que, apesar das ameaças veladas, não irei me calar.

Ele ganhou uma inimiga eterna!”

Fonte: Jornal da Cidade OnLine

0 Comentário

Nenhum comentário

Seja o primeiro

Deixe um comentário

Ao clicar em ENVIAR, aguarde nossa avaliação