O Airbnb vai comprar de vez a briga com Decolar, Booking e afins?


Nesta quinta-feira (07/2), o Airbnb anunciou a contratação de Fred Reid para fazer parte do corpo de executivos da empresa. Essa seria apenas mais uma notícia do mercado corporativo se não fosse pelo cargo que será ocupado por Reid: Head Global de Transportes. E isso levanta a pergunta: o Airbnb entrará no mercado de venda de pacotes turísticos e vai concorrer com empresas como Decolar, Booking. com e afins?

A pergunta ganha força com a declaração do Airbnb sobre as atribuições de seu novo executivo: segundo a companha, em sua nova posição, “Fred estará focado na construção de parcerias e serviços que tornem as viagens completas, sem deixar de lado a principal característica pelo qual o Airbnb é conhecido em todo o mundo: uma empresa feita por pessoas para pessoas”.

A percepção é reforçada pelo fato de Reid é especialista em aviação com mais de três décadas de experiência. Antes de ingressar no Airbnb, ele era Presidente do Cora Aircraft Program, uma divisão da Kitty Hawk Corporation, uma fabricante de aeronaves, que chegou, inclusive, a desenvolver um avião elétrico. Antes disso, ele foi presidente da Flexjet, uma unidade operacional independente da Bombardier, a maior fabricante mundial de aviação executiva e também passou por outras companhias do setor, como Virgin America, Delta Airlines, SkyTeam, Lufthansa e Star Alliance.

O que atrai mais curiosidade é tentar saber como será a atuação do Airbnb nesse setor de transporte. Pela declaração de Brian Chesky, cofundador, CEO e líder de comunidade da empresa, a experiência será algo diferente: “Houve um tempo em que embarcar em um avião era uma viagem por si só, mas com o passar dos anos, chegar ao seu destino se tornou algo não desfrutamos mais. Acreditamos que isso precisa mudar”, afirmou Chesky. “Não poderíamos querer ninguém melhor para assumir essa missão do que o Fred, e estou honrado por ele ter aceitado fazer parte da nossa equipe”.

Ainda segundo o comunicado, Fred e sua equipe do Airbnb estarão focados em estabelecer parcerias com outras empresas do setor de turismo e transportes para oferecer melhores experiências de viagem, além de criar oportunidades econômicas significativas para esses parceiros. No entanto, ao que parece, tudo ainda está no campo das ideias, ainda que uma espécie de “Airbnb Airlines” seja algo decartado.

“Vamos explorar uma ampla gama de ideias e parcerias que possam melhorar o transporte nas viagens, mas ainda não definimos exatamente como”, continuou Chesky. “Não estou interessado em construir nossa própria companhia aérea ou apenas criar outro canal na Internet onde é possível simplesmente adquirir uma passagem de avião. Estamos atrás de uma grande oportunidade com o objetivo de melhorar a experiência de transporte para todos.”

 “Estou animado em chegar à empresa para trabalhar com o terceiro pilar da experiência de viagem: como você chega lá. Seja no ar ou no solo, vejo diversas possibilidades para criar produtos e estabelecer parcerias com outras empresas que tornem as viagens mais fáceis e divertidas. Reconhecer essas oportunidades levará anos e exigirá constante experimentação”, completou Reid.

Bom, pelo jeito, o Airbnb quer aumentar sua fatia em um mercado que movimenta centenas de bilhões de dólares mundo afora. Senhoras e senhores, façam suas apostas.

Fonte: OlharDigital

0 Comentário

Nenhum comentário

Seja o primeiro

Deixe um comentário

Ao clicar em ENVIAR, aguarde nossa avaliação