‘Não descarto uma candidatura como senadora ou deputada’, diz Dilma Rousseff


Ex-presidente afirma não ter rancor dos envolvidos em seu impeachment, nem mesmo do ex-deputado Eduardo Cunha

Em Brasília para um evento da ala feminina do Partido dos Trabalhadores (PT), Dilma Rousseff comentou as circunstâncias do seu afastamento da presidência do País. “Não serei candidata a presidente da República, se essa é a pergunta. Agora, atividades políticas não vou deixar de fazer. Não descarto a possibilidade de uma candidatura para cargos como senadora ou deputada”, disse na tarde deste sábado, 18, em entrevista à agência AFP.

Dilma disse não guardar rancores das pessoas que articularam sua destituição, nem mesmo do ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha. “Não tenho nada contra Eduardo Cunha, nenhum sentimento de vingança ou coisa parecida. Não tive nem com os meus torturadores”, disse, em referência ao período em que esteve presa durante a Ditadura Militar.

0 Comentário

Nenhum comentário

Seja o primeiro

Deixe um comentário

Ao clicar em ENVIAR, aguarde nossa avaliação