Ministro da Indústria e Comércio lança Programa Brasil Mais Produtivo na Fiero


Ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), Marcos Pereira

Porto Velho (RO) – Com o objetivo de ampliar o número de empresas exportadoras e melhorar os processos produtivos das empresas locais, o ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), Marcos Pereira, estará em Porto Velho, nesta sexta-feira, 12 de agosto, para o lançamento do Programa Brasil Mais Produtivo e o Plano Nacional da Cultura Exportadora (PNCE). O lançamento acontece as 16h30, no salão de convenções da Federação das Indústrias do Estado de Rondônia (Fiero).

O MDIC mapeou que mais de 1.200 empresas rondonienses, de diversos setores econômicos, que vão desde alimentos e bebidas, fabricação de móveis e produtos de madeira, têxteis e confecções, e fabricação de produtos cerâmicos poderão se beneficiar das ações do plano.

“No momento em que o país enfrenta o desafio de retomar o crescimento, o lançamento do Plano Nacional da Cultura Exportadora (PNCE) e o Programa Brasil Mais Produtivo, estas iniciativas trazem para Rondônia um processo de apoio permanente às empresas, de modo”, destacou o presidente da Fiero, Marcelo Thomé. 

O programa Brasil Mais Produtivo é uma ação focada na melhoria do processo produtivo e tem como objetivo aumentar em pelo menos 20% a produtividade das empresas participantes. As empresas receberão capacitação técnica no processo produtivo, de forma que possam obter ganhos expressivos de produtividade, inclusive redução no custo de produção.

Desenvolvido em cinco etapas – sensibilização, inteligência comercial, adequação de produtos e processos, promoção comercial e comercialização, o PNCE tem o objetivo de aumentar o número de empresas que operam no comércio exterior e, aumentar as exportações de produtos e serviços do estado.

A iniciativa foi lançada pelo MDIC juntamente com a Confederação Nacional da Indústria (CNI) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai). O programa também conta com a parceria da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) e da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), além do apoio Sebrae, do BNDES, da Secretaria de Desenvolvimento Estadual e do Núcleo Estadual de Arranjos Produtivos Locais (APL).

Assessoria de Comunicação Social do Sistema Fiero

0 Comentário

Nenhum comentário

Seja o primeiro

Deixe um comentário

Ao clicar em ENVIAR, aguarde nossa avaliação