Mais de 1,5 mil candidatos nas eleições municipais de outubro são estrangeiros


O primeiro turno das eleições será realizado no dia 2 de outubro, e o segundo, no dia 30 (Foto: Banco de Dados)

Mais de 1,5 mil candidatos que participam das eleições municipais deste ano no País são estrangeiros, segundo dados do TSE (Tribunal Superior Eleitoral). O número representa 0,3% do total de postulantes a vereador e prefeito.

Dos 1.542 estrangeiros cadastrados no TSE, 58 são portugueses com igualdade de direitos políticos. Essa igualdade pode ser solicitada por portugueses que tenham residência habitual no Brasil há mais de três anos. Exercer esses direitos políticos no Brasil implica na suspensão dos mesmo direitos em Portugal, o que significa que as pessoas que solicitarem e conseguirem a igualdade de direitos não poderão votar mais em seu país de origem.

Os outros candidatos que não nasceram no Brasil são estrangeiros que se naturalizaram brasileiros. Ter a nacionalidade brasileira é um dos requisitos para se candidatar a um cargo eleitoral no Brasil, juntamente com outras determinações, como ser alfabetizado, estar em dia com a Justiça Eleitoral e, caso seja homem, ter certificado de reservista.

Além de portugueses, há argentinos, bolivianos, espanhóis, alemães, chineses, americanos, angolanos, belgas, cubanos, gregos e palestinos disputando um cargo político nestas eleições.

0 Comentário

Nenhum comentário

Seja o primeiro

Deixe um comentário

Ao clicar em ENVIAR, aguarde nossa avaliação