Itapuã do Oeste reforça economia com mais duas novas agroindústrias


Distante a 105 quilômetros de Porto Velho, o município de Itapuã do Oeste ganhou nesta terça-feira (7) duas agroindústrias de leite. Dezenas de pequenos produtores foram ao evento para prestigiar os donos dos empreendimentos. O município, que já foi conhecido pelas madeireiras e vastas plantações de soja, está se tornando agora um grande produtor de alimentos.

“Meu sonho está realizado. Tenho meu negócio e posso ajudar aos pequenos pecuaristas”, disse Edmilson Costa, dono do Laticínio Primavera, onde a festa aconteceu.

O laticínio de Edmilson está localizando na Linha General Carneiro. Nas instalações novas e com assistência da Empresa Estadual Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) ele produz queijos variados, achocolatados, manteiga, entre outros produtos.

A indústria utiliza 1.400 litros do leite que vêm das propriedades vizinhas todos os dias. Mas a capacidade é para quatro mil litros. Assim, além da renda familiar para ele, ganham também os pecuaristas da região porque vendem para ele a produção do rebanho leiteiro. Todos são beneficiados.

O governador Confúcio Moura fez questão de ir à inauguração acompanhado do vice-governador Daniel Pereira, do prefeito Moisés Carvalho, vereadores locais, do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Maurão de Carvalho; deputado Adelino Follador, da secretária Mari Braganhol, adjunta da Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri); e do chefe da Emater, Chiquinho da Emater.

Todos, segundo Confúcio, foram levar apoio à agroindústria de Itapuã do Oeste. “É como uma bênção que damos a vocês”, disse em meio a aplausos.

O deputado Adelino Follador explicou a razão do entusiasmo do governador. É que, quando prefeito de Ariquemes, Confúcio iniciou a guinada de apoio oficial para as agroindústrias familiares, modalidade que se espalhou pelo estado. Estes empreendimentos sustentam as microrregiões produzindo, gerando renda e emprego.

HOMEM DO CAMPO

“O homem do campo deve ser atendido em todas as suas demandas”, defendeu Daniel Pereira, que também foi agricultor, completando que “apoio não vai faltar”. O deputado Maurão de Carvalho garantiu que vai destinar emenda parlamentar para a associação dos produtores da região, Adelino Follador, assegurou emendas para a aquisição de equipamentos agrícolas.

Com tanta atenção, o prefeito Moisés Cavalheiro comemorou. “Não é todo dia que isto acontece”, disse em relação aos visitantes. Ele declarou que Confúcio Moura é amigo de Itapuã do Oeste, e que tem cumprido todas as promessas feitas para melhorar o município.

Pequenas indústrias, conduzidas por famílias, como o Laticínio Conquista, segundo Confúcio Moura, representam muito para o município. Estes negócios, segundo o governador, são a saída para a crise pela qual passa o País. “A prefeitura e o governo não conseguem mais contratar. A alternativa é trabalhar por conta própria. Trocar o emprego pelo trabalho”, recomendou.

Governador Confúcio parabeniza Zilma, proprietária do Laticínio Primavera

Governador Confúcio parabeniza Zilma, proprietária do Laticínio Primavera

Como exemplo de regiões problemáticas, ele citou municípios do Nordeste, onde não chove há mais de seis meses. “Aqui a terra é boa, e chuva não falta. As coisas têm que dá certo”, citou como receita para o desenvolvimento.

LUTA

Conquista, o nome dado à agroindústria de Edmilson Costa, resume a final de uma luta travada por ele nos últimos dois anos para concluir o negócio. Filho de José Costa, um queijeiro famoso no Paraná, Edmilson admite que ganhou de presente muitas técnicas do especialista. A tecnologia ele transferiu para a esposa, Lúcia Ferreira Costa. Enquanto ele batalhou para superar os entraves burocráticos do negócio, ela continuou à frente da produção.

“Houve momentos de muito sufoco, tudo dava errado”, lembrou Edmilson, reforçando que a partir do momento em que o pessoal da Emater soube, tudo mudou. Ele garantiu que agora tem passagem livre na Emater e na Seagri.

A outra agroindústria inaugurada, na Linha 627, foi a Primavera, da viúva Zilma Camilo Siqueira, nas a comitiva não chegou a visitá-la.

O pequeno negócio utiliza mão de obra da própria Zilma, da filha, genro e netos. “Por enquanto só produzimos queijo, cerca de 150 quilos diários. Mas vamos crescer mais”, prevê a dona do laticínio, que foi incentivada pelo governador Confúcio Moura a seguir investindo no segmento.

Na ocasião, a Seagri entregou um trator para a prefeitura do município, que será utilizado pelas associações de produtores rurais nas atividades do campo.

Fonte: Secom – Governo de Rondônia

0 Comentário

Nenhum comentário

Seja o primeiro

Deixe um comentário

Ao clicar em ENVIAR, aguarde nossa avaliação