Idaron atendeu quase três mil pecuaristas com emissão de GTA


Defesa Sanitária Animal da Idaron, Fabiano Alexandre dos Santos, dava conta da necessidade de atendimento em todas as 84 unidades da agência, espalhadas pelo interior do estado, dada à demanda reprimida de abate de gado gerada pelo movimento grevista dos caminhoneiros em Rondônia.

“Havia a perspectiva de retomada do abate de forma gradativa, e para isso foi determinado o atendimento na sexta-feira, para que os produtores pudessem ter a rotina normalizada no final de semana. Para isso eles precisam da Guia de Trânsito Animal (GTA), documento que autoriza a operação de deslocamento dos animais da propriedade até os frigoríficos, e a classe produtiva não poderia ter o prejuízo da não emissão da guia diante da possibilidade de retomada do processo”, explicou Fabiano.

Antes do movimento, que gerou queda nas operações de abate no estado, a média de emissão de guias por dia era de 12 mil documentos. Durante o período de greve, as emissões caíram para, em alguns dias, até 1.500 emissões de GTA. Na sexta-feira (1), com o decreto editado de forma extraordinária, foram emitidas 2.899 GTAs, com maioria para o abate.

Existe também a opção de emissão do documento online, mas o gerente de Defesa Sanitária Animal da Idaron diz que a busca ainda é pequena, sendo predominante a procura nas unidades. Em 2017, de um total de 155 mil guias emitidas, apenas 2.200 foram pela internet.

Fonte: Secom – Governo de Rondônia

0 Comentário

Nenhum comentário

Seja o primeiro

Deixe um comentário

Ao clicar em ENVIAR, aguarde nossa avaliação