Esporte é um transformador de vida, afirma embaixadora olímpica Iziane Marques ao acompanhar o Joer em Porto Velho


A atleta olímpica do basquetebol Iziane Castro Marques disse que se considera “prova viva” de que o esporte é uma ferramenta de transformação de vida. Ela participou da abertura oficial da etapa estadual Juvenil (15 a 17 anos) dos Jogos Escolares de Rondônia (Joer), na sexta-feira (13), em Porto Velho.

“Eu sou a prova viva de que o esporte é um transformador de vida. Por meio do basquete conheci o mundo, ganhei dinheiro e hoje ajudo e incentivo pessoas carentes a engajar no mundo esportivo”, declarou a atleta, ao desembarcar no aeroporto de Porto Velho no final da manhã de sexta-feira. A atleta prestigiou o Joer até domingo, acompanhando partidas de basquetebol e outras modalidades coletivas.
Iziane disse, também, que se escorou no esporte para superar preconceito. “Nasci e vivi na periferia. Apoiei-me no basquete para enfrentar desafios e preconceitos”, disse a maranhense de São Luiz, referindo às origens dela. “Tenho a pele negra, sou moradora da periferia e filha de família de baixa renda”.

Afastada das quadras por opção, Iziane mantém um instituto esportivo em São Luiz e oferece gratuitamente iniciação e treinamento nas modalidades de basquetebol, futsal e handebol a mais de 200 crianças e adolescentes em vulnerabilidade. “É no esporte escolar que as crianças precisam se engajar. É nesse momento da vida delas que a musculatura do corpo se delineia e a mente se ocupa pelo bem”, frisou, acrescentando que sempre que é possível conversa com secretários de educação sobre o tema. “Não podemos permitir crianças obesas pela falta de atividade física”, insiste na iniciação esportiva infanto-juvenil.

A participação da atleta olímpica no Joer compõe o cronograma da organização do evento a cada ano. Em outras edições, a competição já recebeu jogadores renomados internacionalmente, como o maior jogador da história do vôlei de praia brasileiro, Emanuel, e a bi-campeã olímpica do vôlei Paula Pequeno, por exemplo. “A participação dos embaixadores olímpicos no Joer é uma ação motivadora aos nossos alunos-atletas”, defende Ítalo Aguiar, o coordenador geral do Joer, que é realizado pela Gerência de Educação Física, Esporte e Cultura Escolar (Gefece), da Secretaria de Estado de Educação (Seduc).

Iziane Castro Marques é atleta olímpica de Basquetebol. Participou de Atenas e Rio de Janeiro. Foi campeã da Copa América em 2001 e terminou em quarto lugar em duas competições internacionais, nas Olimpíadas de 2004 e no Campeonato Mundial de 2006. Medalha de bronze nos Jogos Pan-Americanos, em Guadalajara, no México. Pela seleção brasileira anotou 870 pontos em 71 jogos e registrou média de 12,3 pontos por jogo. Jogadora mais nova a participar da WNBA, a liga americana de basquete onde jogou de 2002 a 2011.

0 Comentário

Nenhum comentário

Seja o primeiro

Deixe um comentário

Ao clicar em ENVIAR, aguarde nossa avaliação