Dono de helicóptero apreendido com cocaína vira diretor da CBF


Gustavo Henrique Perrella Amaral Costa, filho do ex-presidente do Cruzeiro e senador da República por Minas Gerais, Zezé Perrella (MDB), se tornou diretor de desenvolvimento e projetos da Confederação Brasileira de Futebol. Gustavo Perrella era o dono de um helicóptero apreendido com 445 quilos de cocaína em 2013.

Em 2016, Gustavo assumiu o cargo de Secretário Nacional de Futebol e Defesa dos Direitos do Torcedor no Ministério do Esporte. Segundo reportagem da Folha de S. Paulo, esse foi o motivo pelo qual a CBF o nomeou diretor há três meses. Seu nome aparece no site oficial da entidade, na lista de diretores, mas sua nomeação foi feita sem divulgação para a imprensa.

Perrella é réu em dois processos na Justiça – por uso de dinheiro público para fins pessoais e por criação de cargo fantasma. O primeiro é relativo ao desvio de cerca de 15.000 reais dos cofres públicos para abastecer o helicóptero da família com verba indenizatória da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, durante seu mandato de Deputado Estadual (2011-2014). O segundo corre devido a criação de um cargo para o piloto Rogério Antunes do helicóptero no caso de 2013. Antunes nega que tenha prestado serviço para a Assembleia. Ambas correm em primeira instância no Tribunal de Justiça de Minas Gerais.

0 Comentário

Nenhum comentário

Seja o primeiro

Deixe um comentário

Ao clicar em ENVIAR, aguarde nossa avaliação