Disfunção erétil ocorre em metade dos homens com diabetes


De acordo com um novo estudo, publicado no periódico científico Diabetic Medicinea disfunção erétil afeta mais da metade dos homens com diabetes. Ao todo, 52,5% homens diabéticos sofrem com a condição. Do total, segundo a pesquisa, 66,3% possuem diabetes tipo 2 e 37,5% do tipo 1.

Estudos anteriores já indicaram que a diabetes pode comprometer os nervos e vasos sanguíneos necessários para a ereção. Agora, os pesquisadores acreditam que os novos resultados podem incentivar os homens que sofrem de diabetes a fazer exames e a buscar intervenções para o problema.

O estudo

Pesquisadores da Universidade de Padova, na Itália, analisaram dados de 145 pesquisas que estudaram a relação entre a diabetes e a disfunção erétil. No total, 88.577 homens com os tipos 1 e 2 da doença participaram do levantamento.

Os resultados revelaram que ter diabetes aumenta significantemente o risco de desenvolver a impotência sexual.

Disfunção erétil

A dificuldade em manter a ereção ocorre por causa do comprometimento dos vasos sanguíneos, independente da produção de hormônios e dos estímulos suficientes. No entanto, ainda não se sabe por que os que possuem o tipo 2 da doença são os mais afetados.

0 Comentário

Nenhum comentário

Seja o primeiro

Deixe um comentário

Ao clicar em ENVIAR, aguarde nossa avaliação