Desfile de 7 de setembro reúne centenas de pessoas em RO


Centenas de pessoas seguiram à Avenida Imigrantes, em Porto Velho, para acompanhar o tradicional desfile em comemoração ao Dia da Independência, na tarde deste sábado (7). A cerimônia começou às 17h13 (hora local) e terminou por volta das 19h30.

Com bandeirinhas de Rondônia e do Brasil nas mãos, o público enfrentou o sol e calor do fim da tarde para assistir a comemoração da independência. Ao passar diante as arquibancadas, as instituições foram aplaudidas pelos presentes.

Segundo a direção da Casa Militar, estima-se que 5 mil participantes desfilaram pelas ruas da capital, divididos entre militares, alunos de escolas estaduais e entidades civis, como a Maçonaria e igrejas evangélicas. Pelo menos 100 policiais militares se envolveram na segurança do evento.

Pouco antes do desfile, o governador de Rondônia, Coronel Marcos Rocha (PSL), comentou sobre a comemoração no município e reforçou a importância da data para o país.

“Ainda mais no 7 de setembro, que é onde a gente precisa resgatar o nosso sentimento de patriotismo, agir como cidadãos brasileiros em união, buscando o melhor para o nosso país, para a nossa nação. Essa é muito importante assim como os Estados Unidos, pois eles falam ‘Feliz 4 de Julho’. A gente fala ‘Feliz 7 de Setembro’. Que Deus abençoe o nosso país”, mencionou.

Conforme a direção da Casa Militar, o primeiro bloco do desfile foi formado por militares. Na sequência, cerca de 2 mil alunos de 13 escolas estaduais passaram pela avenida. Depois, representantes de entidades civis fecharam as comemorações.

Em meio ao desfile em Porto Velho, um grupo de cerca de 40 pessoas se reuniu para protestar contra os cortes na educação e o desmatamento na Amazônia vestidos de preto e segurando cartazes.

Manifestantes se reuniram durante o desfile cívico em protesto contra o desmatamento na Amazônia.  — Foto: Matheus Gama/CBN

Os manifestantes fazem parte do “Grupo dos Excluídos”, que entra na 25ª edição este ano e é composto por movimentos sociais e a Igreja Católica. O protesto foi pacífico.

Interior

Em Ariquemes (RO), cidade do Vale do Jamari, o tradicional desfile ocorreu pela manhã, na Avenida Tancredo Neves. Assim como em Porto Velho, os primeiros a desfilar foram os militares. Durante a comemoração, os participantes carregavam consigo cartazes com os dizeres “Cidadania e Respeito à Pátria”.

Em Jaru (RO), o desfile cívico-militar aconteceu durante a tarde deste sábado e reuniu mais de 5 mil passistas pelas ruas do município.

Estudantes de escolas públicas e privadas, além dos alunos da Associação de Pais e Amigos Excepcionais (APAE). Os participantes marcharam a toque de caixas de fanfarra de Jaru, Ariquemes e Ji-Paraná (RO) e bandas de duas igrejas evangélicas da cidade.

Já as comemorações começaram no início desta semana em Guajará-Mirim (RO). O desfile deste sábado na cidade começou por volta das 7h30. Participaram militares, associações e representantes das igrejas evangélicas do município.

Público se reuniu na Avenida Imigrantes para acompanhar o desfile — Foto: Diêgo Holanda/G1

Banda do Exército se apresentou no defile cívico-militar de Porto Velho — Foto: Diêgo Holanda/G1

Tropas se apresentaram à população neste sábado (7) — Foto: Diêgo Holanda/G1

Governador Marcos Rocha e primeira-dama Luana Rocha assistiram o desfile em um palanque com diversas autoridades — Foto: Diêgo Holanda/G1

Militares da Ala 6 de Porto Velho desfilaram no 7 de setembro — Foto: Diêgo Holanda/G1

Cachorro da Polícia Militar participou do desfile da independência em Porto Velho — Foto: Diêgo Holanda/G1

Grupo de Ações Penitenciárias da Secretaria de Justiça passou pela Avenida Imigrantes no 7 de setembro de Porto Velho — Foto: Diêgo Holanda/G1

Alunos de várias escolas estaduais da capital também desfilaram — Foto: Diêgo Holanda/G1

Integrantes da Maçonaria também desfilaram na Avenida Imigrantes em comemoração à independência — Foto: Diêgo Holanda/G1

Fonte: G1RO

0 Comentário

Nenhum comentário

Seja o primeiro

Deixe um comentário

Ao clicar em ENVIAR, aguarde nossa avaliação