Criada CPI para investigar cartel dos frigoríficos em Rondônia


A Assembleia Legislativa aprovou o requerimento 397/15, de autoria coletiva, que constitui a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), com a finalidade de apurar a possível formação de cartel dos frigoríficos de abate de bovinos em Rondônia.

A matéria foi lida na sessão ordinária que encerrou o período legislativo ordinário. A instalação da CPI, com a definição dos cinco membros que irão compor a Comissão, será feita após a volta do recesso parlamentar, programada para o dia 15 de fevereiro de 2016. “Os frigoríficos em Rondônia praticam um preço irrisório na arroba do boi, desvalorizando a nossa carne, uma das melhores do país. Hoje, a arroba está em R$ 120,00 ou menos, quando em São Paulo o preço é de R$ 150,00. Não podemos aceitar essa desvalorização, que causa prejuízos aos produtores”, disse o presidente da Assembleia Legislativa, Maurão de Carvalho (PP).

Um dos primeiros deputados a se posicionar contra a desvalorização da carne bovina em Rondônia, por parte dos frigoríficos, o deputado Adelino Follador (DEM) assinou o requerimento criando a CPI. “Temos uma carne de qualidade e os frigoríficos pagam cada vez menos. Mas nos açougues e supermercados a carne não baixou e o consumidor final também é afetado pela manipulação dos preços”, completou.

A coleta de assinaturas para a instalação da CPI foi feita na semana passada, durante audiência promovida pela Comissão de Agricultura da Assembleia com pecuaristas. Além de Maurão e Follador, assinaram o requerimento os deputados Jesuíno Boabaid (PTdoB), Cleiton Roque (PSB), Alex Redano (SD), Glaucione Rodrigues (PSDC), Ribamar Araújo (PT), Lazinho da Fetagro (PT) e Airton Gurgacz (PDT). “Com a instalação desta CPI, que tem poder de polícia, os donos e representantes de frigoríficos serão convocados para prestar explicações à Assembleia sobre o baixo valor pago pelo boi ao produtor”, ressaltou Maurão.

Pauta do boi

Além da criação da CPI, os deputados estaduais encaminharam ao governador Confúcio Moura (PMDB), através do presidente Maurão, a indicação para que o governo edite uma resolução baixando a pauta do boi e da vaca, para a venda fora de Rondônia.

Ainda nesta semana, o governador deverá editar e publicar o decreto alterando a pauta do boi de R$ 1.900,00 para R$ 500,00 por cabeça. Já a vaca vai baixar dos atuais R$ 1.400,00 para R$ 400,00.

Fonte: ALE

0 Comentário

Nenhum comentário

Seja o primeiro

Deixe um comentário

Ao clicar em ENVIAR, aguarde nossa avaliação