Cientistas descobrem coquetel rejuvenescedor


Pela primeira vez, um estudo clínico em humanos sugere que seria possível reverter a idade biológica do corpo. A pesquisa, publicada na revista científica Aging Cell, mostrou que uma combinação de três drogas, composta por dois remédios para a diabetes e um hormônio de crescimento, foi capaz de reverter cerca de dois anos e meio da idade biológica de nove voluntários.

A descoberta foi feita por acaso. O estudo tinha como objetivo inicial descobrir se o uso do hormônio de crescimento para regenerar a glândula timo é seguro. Mas os pesquisadores da Universidade da Califórnia em Los Angeles, nos Estados Unidos, acreditam que seja o primeiro ensaio clínico desenvolvido para reverter o envelhecimento.

“Eu esperava ver a desaceleração do relógio, mas não uma reversão. […] Isso pareceu meio futurista.”, disse o geneticista Steve Horvath, um dos autores do estudo, à revista científica Nature.

A glândula timo fica localizada no peito, entre os pulmões e o esterno, e é crucial para uma função imunológica eficiente. O problema é que ela atinge sua dimensão máxima na puberdade e a partir disso, começa a se degradar. Aos 40 anos, cerca de 90% de seu tecido funcional já foi substituído por gordura. Esse é um dos motivos pelos quais os idosos têm imunidade reduzida.

Estudos anteriores já haviam sugerido que o hormônio do crescimento (HGH) pode atuar na regeneração dessa glândula, mas os pesquisadores queriam entender se essa estratégia era segura. Durante um ano, nove participantes receberam o coquetel de drogas composto pelo hormônio do crescimento (HGH) e dois medicamentos contra diabetes, a metformina e a desidroepiandrosterona (DHEA). Os remédios foram incluídos porque a administração do HGH pode contribuir para o desenvolvimento de diabetes.

Resultados surpreendentes

Imagens obtidas por ressonância magnética (RM) mostraram que em sete participantes, a gordura acumulada no timo havia sido substituída por tecido regenerado. Além disso, resultados de análises de sangue coletadas durante o estudo mostraram que a contagem de células sanguíneas foi rejuvenescida em cada um dos participantes conforme o tempo foi passando. Supostamente, deveria ter ocorrido o oposto. Conforme envelhecemos, o organismo vai se deteriorando.

Posteriormente, os pesquisadores usaram as amostras de sangue para avaliar quatro relógios epigenéticos que ajudam a determinar a idade biológica das pessoas. Todos apresentaram reversão significativa e o efeito rejuvenescedor persistiu nos seis participantes que forneceram uma amostra final de sangue, seis meses após ao final do estudo.

Os pesquisadores acreditam que a combinação das drogas seja responsável pelo efeito rejuvenescedor. Agora, eles pretendem testar a estratégia em um número maior de pessoas, de diferentes faixas etárias, etnias e sexo.

0 Comentário

Nenhum comentário

Seja o primeiro

Deixe um comentário

Ao clicar em ENVIAR, aguarde nossa avaliação