Cientec irá desenvolver princípio ativo da FOSFOETANOLAMINA sintética


A Cientec (Fundação de Ciência e Tecnologia) assinou na noite dessa quarta-feira, junto com o Lafergs (Laboratório Farmacêutico do RS) e pesquisadores que desenvolveram a fosfoetanolamina sintética, o termo de cooperação que prevê a pesquisa e o desenvolvimento da substância para tratamento do câncer. Caberá à fundação realizar os estudos para a elaboração do IFA (Insumo Farmacêutico Ativo) da substância derivada da fosfoetanolamina, para fornecimento ao Lafergs com o fim específico de pesquisa.

A Cientec deverá programar e disponibilizar parte de sua estrutura física, inclusive laboratórios, para que sejam desenvolvido um conjunto das pesquisas e estudos necessários à produção do IFA. Além disto, a fundação se compromete a participar das atividades de pesquisa e desenvolvimento para registro do produto na Agência Nacional de Vigilância Sanitária, atendendo às exigências legais vigentes.

Para o presidente da Cientec, Daiçon Maciel da Silva, o objetivo é colaborar na descoberta sobre a eficácia da fosfoetanolamina no tratamento do câncer. “Independentemente dos resultados, o Estado gaúcho estará dando uma resposta necessária para a sociedade.”

0 Comentário

Nenhum comentário

Seja o primeiro

Deixe um comentário

Ao clicar em ENVIAR, aguarde nossa avaliação