CheckCorona: o chatbot que identifica sintomas de Covid-19 no WhatsApp


Nada de pânico: bot ajuda a indentificar quais sintomas podem realmente indicar uma infecção pelo novo coronavírus (Foto: Gustavo Fring/Pexels)

Criado por pesquisador da USP, o robô evita pânico desnecessário e orienta como agir em caso de suspeita de infecção. Saiba como usar:

O doutorando Murilo Gazzola, do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da Universidade de São Paulo (USP), em São Carlos, criou uma tecnologia para ajudar a combater o novo coronavírus, que poderá ser utilizada no aplicativo de mensagens WhatsApp: o CheckCorona.

Os interessados devem adicionar o número (16) 98112-8986 no WhatsApp, escrever CheckCorona e enviar a mensagem. Automaticamente, o robô criado por Murilo responde à solicitação e envia instruções para ajudar o usuário a identificar quais medidas deve tomar.

“Trata-se de um robô programado para fazer perguntas simples e realizar uma espécie de primeiro atendimento por meio do aplicativo de mensagens”, explica Gazzola em entrevista para a Assessoria de Comunicação do ICMC-USP.

Chatbot CheckCorona foi reconhecido pelo Ministério Público de Pernambuco e pela Secretaria Estadaul de Pernambuco (Foto: Reprodução)

Chatbot CheckCorona foi reconhecido pelo Ministério Público de Pernambuco e pela Secretaria Estadaul de Pernambuco (Foto: Reprodução)

O projeto está entre as 71 ideias selecionadas no Desafio Covid-19, iniciativa do Ministério Público de Pernambuco e da Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco.

Segundo Gazzola, o robô foi criado a partir das normas internacionais do Centro Europeu de Prevenção e Controle das Doenças para ajudar as pessoas a tomar as melhores decisões, evitando pânico desnecessário e tranquilizando pacientes que não estão com sintomas claros da doença. Em caso de um resultado afirmativo, a ferramenta orienta a pessoa aos próximos passos, como isolamento e quando buscar por tratamento e testes laboratoriais.

Fonte: Assessoria de Comunicação do ICMC.

0 Comentário

Nenhum comentário

Seja o primeiro

Deixe um comentário

Ao clicar em ENVIAR, aguarde nossa avaliação