Casa da Mulher Brasileira será construída em área cedida pela Prefeitura de Porto Velho


Na manhã desta segunda-feira (8) o prefeito Hildon Chaves assinou um Decreto e um Termo de Cessão de Uso de Imóvel para a construção da Casa da Mulher Brasileira em Porto Velho. O ato colaborativo com o Governo do Estado integrará a capital de Rondônia ao rol das capitais que contam com unidades pra este fim.

De acordo com Hildon Chaves, o start foi dado com a doação do terreno pertencente ao Município, localizando na Avenida Imigrantes com a 10ª Avenida, no setor Industrial. “A área é de 5.23m² e está pronto para iniciar a construção. Este momento ocorre como Políticas Públicas para a reversão de uma estatística vergonhosa [4º lugar em violência contra a mulher no Brasil]”, declarou.

“Temos aqui uma mesa de sugestões para um programa que comece dentro da Educação Básica com nossas crianças. A Rede Municipal abriga aproximadamente 50 mil alunos. Esta é a fase boa para se trabalhar tanto as meninas quanto os meninos. A criança de hoje poderá ser o agressor do futuro”, comentou o prefeito.

Já o governador Daniel Pereira, ressaltou que o Estado tem desenvolvido ações em defesa da mulher. Segundo ele, até o momento mais de 600 mulheres vítimas de violência estão sendo acompanhadas. “Este projeto é do Governo Federal, sendo que tínhamos a primeira necessidade, o terreno e a Prefeitura de Porto Velho, com o aval da Câmara de Vereadores, está fazendo a doação. A segunda questão é o recurso e, agora, estamos tendo uma conversa articulada para a liberação da verba ainda nesta semana”, disse.

Como funcionará?

Serão ofertados em um mesmo espaço, serviços especializados para os diversos tipos de violência às mulheres – acolhimento, apoio psicossocial, delegacia, juizado, Ministério Público, Defensoria Pública, promoção e autonomia econômica, brinquedoteca, alojamento de passagem e central de transportes.

Participações

A cerimônia contou com a participação da secretária Municipal de Regularização Fundiária, Habitação e Urbanismo (Semur), Márcia Luna, do secretário Municipal de Assistência Social a Família (Semasf), Claudi Rocha, da secretária-adjunta da Secretaria Estadual de Assistência e Desenvolvimento Social (Seas), Rosinete Gomes Sena e de lideranças femininas.

Fonte: Comdecom

0 Comentário

Nenhum comentário

Seja o primeiro

Deixe um comentário

Ao clicar em ENVIAR, aguarde nossa avaliação