Brasil reage no fim, mas não evita derrota na estreia do basquete masculino


Um primeiro tempo péssimo e uma reação tardia custaram à seleção brasileira masculina de basquete a derrota por 82 a 76 para a Lituânia, neste domingo, na estreia pelos Jogos do Rio. Depois de ficar 30 pontos atrás no placar, conseguir a recuperação e reduzir até para quatro, a equipe se viu superada nos segundos finais, mesmo com intensa participação e vibração da torcida na Arena Carioca quase lotada, e deixou a quadra aplaudida.

O time com a média de idade mais alta do torneio olímpico, quase 30 anos, sentiu o nervosismo da estreia e precisou de dois ingredientes para despertar na etapa final. A participação da torcida e a vantagem de 30 pontos da Lituânia no primeiro tempo foram responsáveis por recolocar o Brasil no jogo. Embora tenha sido tarde, mostrou o quanto a seleção pode ser forte junto com o apoio do público. Mesmo com a torcida, teve Leandrinho como o cestinha da partida com 21 pontos.

Uma semana depois de se enfrentarem em Mogi das Cruzes, por torneio amistoso, as duas seleções se encontraram em condições e sob expectativas muito diferentes. A vitória brasileira pelo placar apertado de 64 a 62 não indicava realmente um confronto fácil. O peso da estreia, junto com um baixo índice de aproveitamento de ataque, permitiu à Lituânia esfriar os gritos do ginásio no começo.

As vaias da torcida e a vibração nos primeiros pontos do jogo se esvaíram com o desperdício ofensivo, principalmente no segundo quarto, quando o Brasil acertou somente 38% dos arremessos, contra 70% dos lituanos. Como resultado, viu a desvantagem chegar a 30 pontos e ter de ir para o vestiário no intervalo com uma missão complicada para reagir na etapa final.

A equipe voltou à quadra aos gritos de “eu acredito” da torcida. O incentivo foi um remédio fraco para o problema de falta de criação. Ao menos valeu para melhorar no terceiro quarto, reduzir a vantagem para 18 pontos, inflamar o público e ir para a parte final com a esperança da virada. O coro do incentivo fez o técnico Lituano pedir tempo tão logo o último quarto começou desfavorável para os seus comandados.

NO FEMININO BRASIL PERDE PARA AUSTRÁLIA NO PRIMEIRO JOGO DAS OLIMPÍADAS

070816 BASQUETE FEMININO BRASILXAUSTRALIA

A seleção brasileira feminina de basquete não conteve o nervosismo e perdeu para a Austrália por 84 a 66, neste sábado (06), na estreia das equipes nos Jogos Olímpicos Rio 2016. Após fazer um ótimo primeiro tempo, o time do técnico Barbosa errou muito no ataque na parte final da partida e permitiu a virada, na Arena da Juventude.

Depois de três quartos equilibrados, a Austrália abriu vantagem no último e demonstrou que pode alcançar o sexto pódio consecutivo em Olimpíadas. Nos dez minutos finais de partida, anotou sete bolas de três pontos, enquanto as brasileiras tinham dificuldades para converter cestas de dentro do garrafão.

A ala Iziane, que começou a partida inspirada ao anotar 12 pontos no primeiro quarto, sumiu no segundo tempo. E, junto com ela, toda a equipe brasileira, que chegou a liderar a partida com dez pontos de vantagem. Mesmo oscilando, Iziane finalizou o jogo com 25 pontos e foi a principal cestinha.

Pelo lado australiano, a gigante Elizabeth Cambage foi a maior pontuadora, com 20 acertos. Leilani Mitchell e Penny Taylor, com 18 e 17 pontos, respectivamente, também tiveram grande atuação.

As duas equipes estão no Grupo A dos Jogos Olímpicos. O Brasil volta à quadra na próxima segunda-feira, às 17h30, quando enfrenta o Japão. No dia seguinte, terá pela frente a Bielo-Rússia, às 15h30.

Fonte: EsporteIG

0 Comentário

Nenhum comentário

Seja o primeiro

Deixe um comentário

Ao clicar em ENVIAR, aguarde nossa avaliação