Bolsonaro se envolve em discussão e se esconde em banheiro de aeroporto


Confusão foi contida e deputado não registrou ocorrência na polícia

O pré-candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL-RJ) precisou se esconder dentro do banheiro do Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, na tarde desta terça-feira.

O local foi usado por ele para evitar uma mulher que disparava palavras contra ele e passou a cercá-lo na sala de embarque do terminal, de acordo com a coluna da jornalista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo. A confusão foi contida e o deputado não registrou ocorrência na polícia.
O incidente vai contra as imagens que o pré-candidato costuma divulgar em suas redes sociais sendo sempre recebido por simpatizantes em aeroportos.
Durante o protesto contra Bolsonaro, a mulher teria se jogado no chão e o classificado como “lixo”. Em conversa com a jornalista, o pré-candidato disse que lamentava o ocorrido e afirmou que a mulher estava “bastante embriagada”.
O deputado ainda reclamou do fato de, no aeroporto, não haver uma equipe de segurança para resolver o assunto, inclusive, para impedir que ela embarcasse.
Durante a manhã, seu filho Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) postou um vídeo de seu desembarque em São Paulo, no momento em que um grupo de mulheres o cercou para tirar fotos, com a legenda irônica “cenas fortes de machismo”.
Bolsonaro passou a manhã em São Paulo reunido com um grupo de 10 comerciantes do agronegócio e investidores.

Outro lado

No final da tarde, Bolsonaro postou um vídeo (https://www.facebook.com/bolsonaro.enb/videos/907437372782221/) em seu perfil nas redes sociais que mostra que a mulher estava alterada, segundo ele, “lamentavelmente em estado de embriaguez”. Pelas imagens, é possível ver que ela tenta entrar no banheiro onde o presidenciável estava, mas foi contida. Bolsonaro afirma, no vídeo, que foi preciso se abrigar no local para driblar a mulher.

0 Comentário

Nenhum comentário

Seja o primeiro

Deixe um comentário

Ao clicar em ENVIAR, aguarde nossa avaliação