Auditores Fiscais unidos contra qualquer tentativa de retirada dos direitos trabalhistas


Em assembleia geral extraordinária, os Auditores Fiscais do Estado de Rondônia acertaram que qualquer tentativa de retirada de direito dos servidores do Fisco no estado, será decretada greve geral em Rondônia. Na reunião foram debatidos temas relacionados à publicação do Parecer nº 1579/2016/PGE/IPERON, que retira direitos trabalhistas, garantidos constitucionalmente, da aposentadoria dos servidores da Sefin (Secretaria de Estado de Finanças de Rondônia).

Na assembleia realizada nesta segunda-feira, 17, na sede do Sindicato dos Auditores Fiscais de Tributos Estaduais de Rondônia – Sindafisco, e que também aconteceu simultaneamente em todas as delegacias do sindicado no estado, ficou demonstrado à união de toda a categoria que hoje representa a arrecadação de impostos do estado, colocando Rondônia em destaque como um dos poucos estados superavitários, que está com suas contas em dia; e que a tomada de decisão passará por uma reunião com o Chefe da Casa Civil, Procurador Geral do Estado e os Secretário da Sefin e sindicato.

“Nós também insistimos que o Governo Confúcio Moura se faça presente nessa reunião, já que qualquer decisão que será tomada poderá afetar todo o Estado”, reforçou Mauro Roberto da Silva, presidente do Sindafisco.

Fonte: Assessoria

0 Comentário

Nenhum comentário

Seja o primeiro

Deixe um comentário

Ao clicar em ENVIAR, aguarde nossa avaliação