Após reunião de emergência, governo prepara pacote econômico


Após vazamento de delação, Michel Temer convoca equipe para discutir crise política

Temer se reuniu com ministros depois de vazamento de delação. Pedido de sua anulação é estudado.

Neste domingo (11), o presidente Michel Temer convocou uma reunião com o ministro da Casa Civil Eliseu Padilha e o secretário do Programa de Parceria de Investimentos, Moreira Franco, no Palácio do Jaburu. Outros políticos também participaram do encontro.

A reunião não estava prevista em agenda, e foi convocada após o vazamento da delação do ex-diretor da Odebrecht, Claudio Melo Filho, que cita diretamente Temer, a cúpula do PMDB e aliados do governo.

Há rumores de que o Palácio do Planalto e o PMDB do Senado estariam analisando a possibilidade de pedir a anulação da delação, por ter sido vazada antes mesmo da homologação pelo Supremo Tribunal Federal. As informações são de O Globo.

Vale lembrar que delação do diretor da OAS, Léo Pinheiro, que implicava o ministro do STF, Dias Toffoli, não foi homologada, depois de uma série de vazamentos.

O líder do PSD na Câmara dos Deputados, Rogério Rosso, ao sair de reunião, afirmou que  Temer convocou o encontro com ministros para fazer os últimos ajustes em um pacote de medidas econômicas a serem lançadas esta semana.

Segundo Rosso, o pacote terá medidas para reativar a economia “de forma imediata”, com geração de emprego e de renda. “O presidente vai chamar a equipe econômica hoje à noite para os últimos detalhes de um pacote econômico”, afirmou o deputado. “A prioridade é o ajuste fiscal”, completou.

O deputado informou ainda que o governo pretende marcar na terça-feira (13) uma reunião com líderes partidários para apresentar as propostas para combater a crise econômica.

O deputado Antônio Imbassahy (PSDB-BA), que foi cogitado para ocupar um cargo no governo, também esteve no Jaburu esta tarde e deixou há pouco o local.

Tentativa de invasão

Michel Temer passou o fim de semana em sua casa no Alto de Pinheiros, Zona Oeste de São Paulo. Um homem foi detido na manhã deste domingo ao tentar pular o muro da casa, segundo a Polícia Militar. A assessoria de imprensa da corporação informou que o homem foi detido com um pedaço de madeira que usou para danificar o portão.

A Polícia Militar não deu detalhes sobre o homem detido e nem informou se ele agiu sozinho ou se estava acompanhado. O suspeito foi encaminhado para o 14º Departamento de Polícia, em Pinheiros, onde, de acordo com a PM, o caso foi registrado como dano e perturbação do sossego.

Imbassahy

Michel Temer ainda tem à frente a questão envolvendo a escolha do novo secretário de Governo, no lugar de Geddel Vieira Lima. O nome do tucano Antonio Imbassahy foi apontado como o escolhido mas, após pressão de deputados do chamado “centrão”, Temer teria recuado. A oficialização do nome acabou adiada.

Neste domingo, pesquisa Datafolha apontou ainda que o índice de reprovação de Temer aumentou significativamente: 51% dos entrevistados reprovam o governo, e 63% querem sua renúncia.

0 Comentário

Nenhum comentário

Seja o primeiro

Deixe um comentário

Ao clicar em ENVIAR, aguarde nossa avaliação