Acionistas decidem devolver aeroporto de Viracopos ao governo


Em assembleia realizada nesta sexta-feira (28), os acionistas da Concessionária Aeroportos Brasil Viracopos (ABV) autorizaram o início do processo de entrega da concessão do Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP), ao governo federal.

Em nota, a ABV disse acreditar que esta “é a alternativa mais adequada para que o aeroporto mantenha a qualidade e a continuidade dos serviços prestados aos usuários” e que “a escolha dessa alternativa visa garantir a atuação dos funcionários e também o relacionamento com fornecedores e parceiros”

A ABV esperava receber 17,9 milhões de passageiros em 2016, mas a circulação efetiva foi de 9,3 milhões (52% da projeção inicial). A movimentação de cargas também ficou abaixo do esperado (projetou-se 409 mil toneladas no ano passado, mas teve apenas 166 mil toneladas). A concessionária disse que esse cenário foi impactado “pelos efeitos da grave crise macroeconômica pela qual o Brasil tem passado”

O grupo afirmou ainda que continuará a operar Viracopos até que seja concluído o processo de relicitação, que foi construída em conjunto com a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil). A previsão é que esse processo tenha uma duração de 24 meses.

A iniciativa privada assumiu a administração de Viracopos no fim de 2012. Foi o primeiro aeroporto de grande porte do Brasil que passou a ser operado por empresas após um leilão realizado pelo governo federal. O contrato era válido por 30 anos.

Viracopos foi a primeira concessão a conter a cláusula de devolução amigável ao governo. De acordo com o grupo, esse processo “busca garantir a adequada continuidade da prestação dos serviços aos usuários”.

0 Comentário

Nenhum comentário

Seja o primeiro

Deixe um comentário

Ao clicar em ENVIAR, aguarde nossa avaliação