80% dos atendimentos pediátricos no Ana Adelaide são decorrentes de problemas respiratórios


De cada dez crianças atendidas diariamente na pediatria do pronto atendimento do Ana Adelaide, no Bairro Pedrinhas, em Porto Velho, oito são por problemas respiratórios devido ao tempo seco, segundo informou a pediatra da unidade, Rafaela Rodrigues Nunes. A média de atendimentos é de oitenta crianças por dia.

O Ana Adelaide é referência na rede municipal de urgência e emergência em atendimento pediátrico. “Os asmáticos são os que mais sofrem. Os pais chegam aqui falando que a criança está com a respiração cansada, muita secreção e febre alta. Alguns chegam a apresentar sintomas mais graves”, relatou a médica.

Os casos mais graves podem ficar em observação em até 72 horas. Mas não são apenas as crianças que sofrem com o tempo seco, os idosos e adultos também têm lotado as unidades de pronto atendimento com problemas respiratórios.

Os pais devem procurar a UPA quando as crianças estiverem com febre persistente, crises de asma e/ou bronquites caracterizadas por cansaço respiratório ou falta de ar. No caso de gripes e resfriados, o ideal é procurar a unidade básica de saúde mais próxima da residência.

Para evitar que as crianças fiquem vulneráveis a doenças respiratórias a recomendação é mantê-las sempre hidratadas, lavar o nariz com soro de três a quatro vezes por dia, manter o ambiente sempre arejado e limpo e lavar sempre as mãos.

Fonte: Comdecom/Semusa

0 Comentário

Nenhum comentário

Seja o primeiro

Deixe um comentário

Ao clicar em ENVIAR, aguarde nossa avaliação