1º Festival Natalino do Conselho de Educação será realizado nesta sexta feira


Apresentação de corais, bandas de música, orquestras, dança e exposição de artes, além de distribuição de livros de literatura infantil, constam da agenda do 1º Festival Natalino do Conselho Municipal de Educação de Porto Velho, marcado para sexta-feira (1º de dezembro).

O evento será na sede do conselho, no prédio restaurado da antiga Câmara de Vereadores, hoje Memorial Anísio Gorayeb, à esquerda da Ladeira Comendador Centeno, no centro da cidade, a partir das 19h.

Realização do CME em parceria com a Secretaria de Educação e das escolas participantes, o festival contará com a apresentação de grupos das escolas de música Som na Leste, da zona leste da cidade, a Laio, da zona sul, além da orquestra Lira Dourada, da escola Joaquim Vicente Rondon, dentre outras atrações – na área de corais, haverá performances adultas e infantis.

DSC_9503

De acordo com a presidenta do Conselho, Gláucia Lopes Negreiros, em 2016 houve apenas a apresentação de cantatas de Natal. “Mas, agora, resolvemos ampliar a programação estimulando a participação popular e também abrir espaço para apresentação de artistas”.

Livros

Mara, Célio

O festival natalino terá ainda a distribuição, pela Francisco Meirelles, de livros de literatura infantil, “dando como presente o estímulo à leitura às crianças, um evento como esse será oportuno para que a cultura ocupe espaços junto à população”, defende Célio Leandro da Silva, diretor da biblioteca.

Mara Geneci, professora da Universidade Federal de Rondônia com assento no Conselho, informa que a instituição trabalha, para que a partir de 2018, desenvolver parceria com escolas municipais, biblioteca e a Unir, “visando a valorização do espaço do CME com atividades culturais, como contação de histórias, por exemplo”.

Ao aproveitar a oportunidade para chamar toda a população porto-velhense a prestigiar o evento, a presidente do CME agradeceu o apoio do prefeito dr Hildon Chaves, da prefeitura, da Semed, biblioteca, direção das escolas e também Fundação Iaripuna, além da Emdur.

Fonte: CME – Conselho Municipal de Educação

0 Comentário

Nenhum comentário

Seja o primeiro

Deixe um comentário

Ao clicar em ENVIAR, aguarde nossa avaliação